Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Portugal e Angola retomam cooperação técnico-policial, após interrupção de vários anos

 

Lusa - 12 de Junho de 2013
 
Portugal e Angola vão retomar a cooperação técnico-policial, que esteve interrompida alguns anos, anunciou em Luanda o secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação português.
 
Francisco Almeida Leite falava à imprensa no final do encontro de trabalho que manteve no Ministério do Interior, com o secretário de Estado Eugénio Laborinho.
 
"Tive uma reunião muito produtiva sobre o regresso à cooperação técnico-policial. Esta reunião acontece na sequência de uma outra que tive há meses com o ministro do Interior de Angola, em que definimos como prioridade o regresso da cooperação técnico-policial, em que Portugal e Angola estiveram vários anos afastados", salientou.
 
Francisco Almeida Leite, que iniciou na segunda-feira uma visita oficial de cinco dias a Angola, acrescentou que Portugal mantém este tipo de cooperação com outros países, com financiamento da União Europeia.
 
"Não é uma coisa simples. O Ministério do Interior de Angola relaciona-se em Portugal, quer com o Ministério da Justiça, quer com o Ministério da Administração Interna, e o que pude ver nesta área é que as relações são excelentes", manifestou.
 
O governante português adiantou que Portugal e Angola vão reforçar a actual cooperação existente no campo da investigação criminal, continuando a troca de equipas de investigadores, de informações e a continuação de acções de formação.
 
"Voltamos a este tipo de cooperação", frisou.
 
Outra área em que Portugal vai ajudar Angola é na criação de um estabelecimento de ensino superior de formação de polícias.
 
"Angola tem ambições enormes em termos de polícia. O senhor ministro já me tinha transmitido, o secretário de Estado voltou a transmitir a enorme vontade em elevar a polícia angolana a um nível superior, com uma Escola Superior de Polícia que tenhas várias valências", afirmou.
 
Nesse sentido, Portugal vai enviar formadores, especialistas.
 
Francisco Almeida Leite prossegue na quarta-feira a deslocação oficial a Angola com uma ida à província de Benguela, litoral centro do país, com visitas a projectos financiados pela Cooperação Portuguesa, nomeadamente o "Saber Mais", programa de formação de professores.
 
Durante a estada de cerca de 24 horas em Benguela, o secretário de Estado contactará a comunidade portuguesa residente naquela província numa recepção para assinalar a celebração do Dia de Portugal.
 

Sem comentários: