Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sábado, 30 de abril de 2016

COMÉRCIO EXTERNO DE MACAU CAIU 19,7% ATÉ MARÇO



Macau, China, 29 abr (Lusa) -- O comércio externo de mercadorias de Macau atingiu 20 mil milhões de patacas (2,2 mil milhões de euros) nos primeiros três meses deste ano, registando uma queda de 19,7 por cento, em termos anuais homólogos, indicam dados hoje divulgados.

Segundo a Direção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC), Macau exportou bens avaliados em 2,70 mil milhões de patacas (296 milhões de euros) -- menos 0,2% face ao primeiro trimestre de 2015 -- e importou mercadorias no valor de 17,30 mil milhões de patacas (1,9 mil milhões de euros), menos 22,1% face ao período homólogo do ano passado.

Consequentemente, o défice da balança comercial do primeiro trimestre alcançou 14,60 mil milhões de patacas (1,6 mil milhões de euros), indicou a DSEC.

Em termos de destino, nos primeiros três meses deste ano aumentaram as exportações para a China, que atingiram os 400 milhões de patacas (44 milhões de euros) ou mais 3,5%.

Em contrapartida, diminuiu o valor dos bens vendidos para Hong Kong, União Europeia e Estados Unidos, em 0,5%, 23,1% e 48,2%, respetivamente.

Já do lado das importações, registaram-se descidas nas compras à China e à União Europeia, cujo valor diminuiu 24,4% e 21,8, respetivamente, face aos primeiros três meses de 2015.

O comércio externo de Macau desceu 4,5% em 2015 para 99,87 mil milhões de patacas (11,04 mil milhões de euros), face ao ano anterior, a primeira queda desde 2009.

A economia de Macau encontra-se em recessão, depois de o Produto Interno Bruto (PIB) ter caído 20,3% em 2015, devido à diminuição das receitas do jogo, de que depende a economia.

ISG (DM)// APN

LEIA MAIS SOBRE ÁSIA, PACÍFICO, MACAU, TIMOR-LESTE E OCEÂNIA EM TIMOR AGORA, em português, tétum e inglês

Sem comentários: