Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

segunda-feira, 30 de maio de 2016

“DOSSIER 27 DE MAIO" - ANGOLA



Num compacto de textos de Fernando Vumby, acumulados devido a paragem de publicações do PG em semanas transatas, trazemos o “dossier” sobre o 27 de Maio em Angola. Desfrute. (PG)

O Fraccionismo / Massacre de 27 de Maio "O Cansado nunca descansava"

Fernando Vumby*, opinião

"Em cada dia 27 de Maio penso simplesmente naqueles tantos amigos e conhecidos que partiram daquele jeito tão brutal entre eles , um que foi sempre tão especial para mim e como uma dádiva de Deus que o tinha enviado para compartilhar comigo vários momentos das nossas vidas até que a morte nos separou Adelino Xavier ( Adé )Com ele partilhei o mesmo gabinete no ministério da defesa , o mesmo quarto em casa de sua mãe no Sambizanga e a mesma residência nos arredores do liceu Salvador Correia ao ponto que algumas pessoas pensavam que fôssemos irmãos .

Em fim o tempo correu veloz mais a lembrança destes amigos e conhecidos estará sempre presente em minha memória e embora não existe nada mais doloroso para mim do que escrever sobre os acontecimentos do dia 27 de Maio de 1977 por ter conhecido pessoalmente muitos dos assassinados assim como seus carrascos os nomes destas vitimas jamais esquecerei.Os manos Paka ( Estevão & Condinho ) os manos ( Simeão & Isaías ) Sambo , Bavon , Kituandi , Kipuko , Xadú , Meno , Perré , Pai ké , Avelino Lucombo , Kiferro , Feio , Mona Zanga , Elizeu Bondeca ,Elidio , Xana , Adi Narciso , Zeca Makalé ,Meno , Juka Ngandu , Juka Gurila , Luisa Fontes , Nandi , Verinha , Ngala Ngangi , Luiz Kitumba , Conceição , Nascimento , Julião , Mingo , Betinho , Zé Van Duen , Nito Alves , Eurico Gonçalves , Monstro Imortal , Nito Alves , Cita Vales , Zé Vales , Jinguma , Pombal , , Borges entre tantos outros.

CANSADO É NOME DE UM CARRASCO POUCO MENCIONADO!

Cansado , é o nome de um agente da secreta angolana que se tinha destacado e se tornou famoso pelo seu sadismo e apetência pelo sangue das suas vitimas em quase todas a cadeias por onde passava na hora da tortura.

Um homem que não teve piedade de ninguém e suas vitimas quanto mais seus conhecidos fossem mais condenados estavam á sofrer ate morrer em suas mãos ou de seus colegas.

Cansado para além de ter sido um dos maiores carrascos dos seus melhores amigos , foi visto em quase todas as cadeias e locais improvisados para tortura na cidade de Luanda logo depois que as ordens foram dadas para que não se perdesse tempo com julgamentos nos acontecimentos do 27 de Maio de 1977.

Nunca ninguém antes tinha conhecido este lado tão brutal e cruel do Cansado que agia como quem estivesse na situação em que se não torturasse e alinhasse para a morte os seus amigos seria ele mesmo eliminado e sendo assim tinha que provar fidelidade que estava do lado de Agostinho Neto.O Cansado que conheci pessoalmente como uma pessoa calma e com ar de cansado quase sempre , estava totalmente transformado e andava de cadeia em cadeia como quem tivesse uma missão especifica que consistia mesmo só em torturar e espionar quem ainda estivesse vivo dos seus amigos..

Pois foram raras as vezes em que depois que ele deu ás costas não surgiam outros agentes com listas onde constasse nomes de presos que depois foram levados e nunca mais apareceram .

Manos é difícil encontrar uma explicação racional para qualificar o tipo de assassinos como o Cansado , Osvaldo Inácio, Bonifácio , Carlos Jorge , Pitoko , Veloso , Xavier , Noé e outros tantos muitos dos quais nunca mencionados até agora em nenhum dos tantos livros que ja li sobre os massacres do 27 de Maio .de 1977.Custa perceber o que se escondia por detrás daquela brutalidade toda sem o mínimo de piedade e remorso mesmo apesar das ordens dadas por Agostinho Neto se é que foi mesmo ele quem ás deu e de livre vontade .

Terá sido mesmo só raiva extrema pela morte dos comandantes , estariam todos liambados ao ponto que só mesmo vendo tantos cadáveres se conformavam que as ordens estavam sendo cumpridas milimetricamente ou havia as mãos de algum ( Diabo mulato ) como dizia o amigo Armindo J. Pombal comandando aqueles assassinatos ?Este tipo de assassinos no fundo acabam por ser doentes mentais que mesmo hoje em tempo de dita ( paz ) não deixam de ser perigosos e é pena que o MPLA não os tenha submetidos á tratamento psicológicos .Muitos desses ainda andam por ai diambulando pela cidade com ou sem medo verdade é que não deixam de ser perigosos e assustam ainda muita gente que os conhece porque são pessoas impossíveis de se prever , e pior do que isto incapazes de medir as consequências dos seus atos cruéis.

Não tenho duvidas que mesmo hoje alguns deles ainda jogam um certo papel importante na estratégia de governação de Angola por parte deste regime através da brutalidade para manter o controlo dos angolanos.

Em vez de se gastar tanto dinheiro na compra de armamento para se perpetuar uma única pessoa no poder responsável pela morte também de tantos angolanos como consequência da sua ganancia e política anti -patriótica o regime deveria tratar estes homens que não são poucos ..Pois estes mesmos homens qualquer dia quando atingirem o estagio máximo da sua perturbação á qualquer momento podem fazer estragos e quem sabe explodirem a sua fúria contra quem supostamente os abandonou e os explorou na hora em que os mandavam assassinar os seus próprios irmãos ?

Manos ainda vamos viver vários anos buscando explicações como foi possível por exemplo um Cansado e outros tantos assassinos terem sido os carrascos dos seus melhores amigos aliás como muitos são ainda hoje , quando as ordens para as matanças são decretadas pela cidade alta e alimentada pela casa militar."

O 27 DE MAIO DE 1977 & AS MORTES QUE DESAFIAM O NOSSO RACIOCÍNIO & ESPÍRITO ATÉ HOJE!

INTRODUÇÃO

Se aquela gente toda que foi morta nos acontecimentos do 27de Maio de 1977 á facada , rajada , puxados por carros militares ate que foram batendo com a cabeça em pedras e nalguns casos em câmaras elétrica de alta tenção segundo relatos , morressem todos eles de acidente de viação ou terramoto por exemplo , mais facilmente encontraríamos uma lógica e pudéssemos identificar como " vontade de Deus " nós que somos mais de 93% religiosos e crentes.

Como não foi o caso , este tipo de mortes nos corroí á alma ainda mais , vamos carregar para sempre em nossas memórias , pior quando não há culpados , confissões nem punições e o mesmo tipo de mortes continuam ate hoje ( Referencia Nr. 9 nos meus arquivos ) " Genocídio da serra do Sumi "

O TRAUMA QUE CARREGAM AQUELAS MULHERES QUE TAMBÉM MASSACRAM FRACCIONISTAS!

O objetivo deste texto é mostrar aquilo que fui colhendo de algumas conversas que mantive ja depois da cadeia com pessoas especialmente senhoras ex Disas e da Contra Inteligência Militar na altura , que de uma maneira ou de outra estiveram ligadas nos massacres e ate mesmo em alguns casos de fuzilamento de fraccionistas trazendo de forma nua , crua e clara todos os horrores para refletirmos sobre aquele que foi o momento mais sangrento da nossa triste historia.

O que me admira é que mesmo depois de ja ter passado muitos anos e os vários livros ja publicados ate agora relatarem tudo isto e mais alguma coisa nos aconselhando uma reflexão séria , ainda assim os horrores continuarem em Angola como foi o massacre da serra do sumi e outras tantas mortes nossas encomendadas de cada dia..

Este comportamento começa á preocupar -me e dá - me cada vez mais sinais de que faz parte da filosofia de vida do MPLA e basta ver para crer a forma como eles comemoram as grandes batalhas ja travadas entre angolanos vangloriando-se como vencedores quando no fundo os grandes derrotados fomos todos nós angolanos eles e os outros.

Mas hoje não é sobre as guerras que me propus escrever , nem das novas artimanhas usadas para eliminar quem é contra o regime , pois guerras existiram sempre desde que o homem é homem e por muitos vários motivos e há mesmo quem diga que ate ja se fez guerras por causa de mulheres...

Essas mulheres que presenciaram participando ativa ou diretamente nos massacres precisam de tratamento psicólogos claro tal qual os homens , para se libertarem destes traumas que carregam sobre os ombros e dentro de si.

Não gostaria de terminar esta cronica sem deixar aqui duas confissões que registei de mulheres ( ex ) secretas , algumas com fachada de desmobilizadas o que não acredito dado as suas movimentações no reino da corrupção governamental.

1 ) - Ela para mim " Meu irmão , não imaginas como a minha vida mudou completamente desde aquele dia que vi na casa mortuária aquele amontoado de gente conhecida feito escombros cada um deles morto da sua maneira.

Vivo com pânico permanente , depressão , chego á ter choros excessivos durante ás noites e tenho quase sempre a sensação de que estou á ver aquele amontoado de mortos áfrente dos meus olhos concluiu a velha kamba dos meus tempos pedindo anonimato como sempre,, para não lhe meter em perigo o que respeito e aceitei plenamente como garantia de me contar o que viu com os seus próprios olhos e outros mambos para mais tarde.

2 ) - A outra para mim " Vumby , sempre acreditei que voltaria qualquer dia tudo ao normal e voltasse á levar uma vida como aquela que tivemos no ministério antes dos acontecimentos do 27de Maio mas afinal nada disto , tenho tido sonhos horrorosos , as vezes falo sozinha e as minhas filhas ate pensam que estou maluca pois elas não imaginam o que vi e fui obrigada á fazer concluiu com lágrimas no rosto

Estudos qualificados indicam que menos de 3% de pessoas que sofrem destes trauma se recuperam naturalmente sem um tratamento adequado , agora imaginemos nós num país como o nosso com um sistema que ate treina pessoas para atos de assassinato e violência da mais brutal quantos não estarão padecendo destes trauma ?

Muito trabalho para o próximo governo se o atual não continuar , pois deste não acredito que gaste um tostão para curar assassinos e traumatizados úteis para o seu sistema e estratégia de governação do país Angola.

Fernando Vumby - Fórum Livre Opinião & Justiça

SAUDADES DE NITO ALVES & O DRAMA DE JOAQUIM ALVES MEDEIROS!

QUASE QUE MATAVAM O BRANCO (ALHEIO) APENAS PORQUE TINHA BINÓCULOS EM CASA

INTRODUÇÃO

"BRANCO DE MERDA" AFINAL ANDAVAS A NOS ESPIONAR NÊ?

Foram com essas palavras que Miranda um chefe dos carcereiros na cadeia de S. Paulo (Luanda) reservou a receção ao nosso ex consofredor Joaquim Alves Medeiros entre empurrões e palavrões.

Para aqueles que não sabiam importa dizer aqui que as tais consideradas vitimas dos acontecimentos do 27 de Maio de 1977 , que acabaram por ser denominados depois como fraccionistas nem sei com que critério , uns tantos nem se quer sabiam do que se estava á passar , não conheciam o Nito Alves e nem muito menos alguma vez tiveram qualquer relacionamento ou ligações com as pessoas que acabaram por encontrar nas cadeias como foi o caso de Joaquim Alves Medeiros.

Eu por exemplo fui amigo pessoal de muitos jovens que estiveram presos na sua maioria executados depois , assim como conheci Nito Alves pessoalmente e sempre fui um dos seus grandes admiradores , daqueles que não perdia um único comício seu e das suas mensagens eletrizantes que facilmente nos aumentava a pulsação e nos tocava no coração.

Assim como ja estive também numa festa de aniversário na Vila Alice , não muito longe da residência do mais velho Bernardo ( Nito Alves ) onde ele também esteve presente e não era nada de outro mundo se considerando que o aniversariante era um colega também oficial da Contra Inteligência Militar na altura.

Preciso recordar que na altura também ainda não existia esta arrogância dos dias de hoje nem muito menos estes batalhões de homens armados ate aos dentes que mantém a segurança de autênticos ladrões nas vestes de governantes.

SAUDADES DE NITO ALVES

Vi muitas vezes Nito Alves sem segurança e ate mesmo quando visitava a comissão popular do bairro Sambizanga , pois quem era tão popular como ele , tinha sempre como segurança o próprio povo que o acolhia carinhosamente.

Ainda me recordo como se fosse hoje do seu toyota celica estacionado enfrente á sua residência na Vila Alice , das cadeiras que tinha na sua varanda tão simples ás fitas em plástico e de um vazo carregado de flores que ate era de lata de leite nido.

De um lado tinha como vizinhos não longe da sua residência o famoso cantor de outro ora ( Manuel Faria ) á poucos metros tinha o famoso Alpega uma vivenda ligado á esquina que dava para a casa do mais velho Chilala uma estrela que brilhou como guarda-redes do Atlético de Luanda.

Como eu era militar ( FAPLA ) seria mais fácil compreender a minha detenção uma vez que relacionavam a minha amizade e relação com figuras que na lógica deles assassina , apontavam como cabecilhas ou seja envolvidas do que um Joaquim Alves Medeiros (branco alheio) , que nem sabia se quer , se Nito Alves era preto , mulato ou branco.

Houve um aproveitamento político tal e tão brutal que custou á vida de muita gente que ate só foram mesmo eliminados nalguns porque se cobiçava á sua namorada , esposa , casa , carro , roupas , residência na Vila Alice , Ingombotas , Makulusso que as vitimas curiosamente também nem por isso tinham conseguido legalmente.

Era a fase da bandalha , todos eram comandantes e barbudos onde qualquer DISA de uma quinta para sexta corria com um branco para fora do país e no dia seguinte ja era dono de tudo que tinha sido antes propriedade do ( branco alheio ) como dizia a minha falecida avo ( Joana Napoleão ).

O DRAMA DE JOAQUIM ALVES MEDEIROS

Este morava na baixa de Luanda não muito longe das instalações dos serviços secretos angolano , tinha como profissão topografo e como é natural o binóculo estava entre os seus principais e mais importante instrumentos de trabalho no seu dia á dia.

No dia 28 de Maio pela calada da manha homens da DISA bateram-lhe á porta de casa e como não abriu de imediato , furiosos utilizaram toda violência e em poucos segundos ja estavam dentro de casa onde ao fazerem uma busca mesmo sem qualquer mandato para tal , encontraram o binóculo que o homem utilizava todos os dias para o seu serviço.

Para os homens da DISA , aquele binóculo era utilizado para espiona-los , controlar as movimentações naquelas instalações dos serviços secretos e outras atividades que realizavam dentro daquele departamento.

E tal foi motivo mais do que suficiente para o deterem , surrarem e xingarem utilizando expressões como aquelas que deixei bem patente no inicio deste texto e por pouco o Medeiros não foi também morto como os outros que tiveram o azar de não sobreviverem para contarem a história.

Fernando Vumby - Fórum Livre Opinião & Justiça

Sem comentários: