Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Guiné-Bissau arrecada 16,7 ME com negociação de obrigações do tesouro



A Guiné-Bissau vendeu na segunda-feira todas as obrigações do tesouro público colocadas à negociação, no valor de 11 mil milhões de francos CFA (cerca de 16,7 milhões de euros), anunciou hoje o Ministério da Economia e Finanças em comunicado.

"Esta operação inscreve-se no quadro da execução do programa de emissão de títulos públicos da Guiné-Bissau, em conformidade com a estratégia de gestão da dívida a médio e longo prazo, visando honrar compromissos nos prazos acordados", refere-se no documento.

Trata-se de mais uma das "iniciativas de financiamento do Orçamento Geral do Estado (OGE)", acrescenta - apesar de a instabilidade política no país ter impedido até hoje a aprovação de um OGE para 2016.

A procura pela emissão de segunda-feira correspondeu a 100% da oferta e os cupões têm uma maturidade de três anos com o Estado guineense a remunerar os seis investidores que participaram na negociação com uma taxa de juro de 5,5%.

A operação foi feita em parceria com a União Monetária Oeste-Africana (UMOA) e o Banco Central dos Estados da África Ocidental (BCEAO).

A próxima emissão de dívida será anunciada "oportunamente", conclui o comunicado.

Foi a segunda vez que a Guiné-Bissau se financiou com a emissão de títulos em 2016.

A primeira operação, no valor de 12 mil milhões de francos CFA (cerca de 18,2 milhões de euros), decorreu em abril e, na altura, a procura foi de quase o dobro da oferta, anunciou na altura a UMOA.

Em 2015, o país emitiu também títulos do tesouro por duas vezes.

LFO // VM - Lusa

Sem comentários: