Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

domingo, 10 de julho de 2016

UE-Goldman Sachs. Durão Barroso "tem a lata de se portar como uma virgem ofendida"




Durão é "o retrato da mediocridade confrangedora da generalidade dos políticos", acusa Alfredo Barroso

Alfredo Barroso não ficou indiferente ao novo cargo de Durão Barroso na Goldman Sachs, instituição que acusa de ser “responsável, entre outras patifarias, por ter ajudado um governo grego de Direita a mascarar as contas públicas, para a Grécia poder ser admitida na zona euro”.

Para o ex-deputado, Durão Barroso “foi um mau primeiro-minsitro”, constatação que o deixa revoltado porque “apesar desta estrondosa derrota, foi ‘premiado’ pela direita europeia (PPE) com o cargo de presidente da Comissão Europeia, durante 10 anos de crise e decadência cada vez mais acentuada da União Europeia”.

Acusando o antigo presidente da Comissão Europeia de ter sido “um sabujo de Angela Merkel e Nicolas Sarkozy”, que vai agora “ganhar pipas de massa”, Alfredo Barroso diz ser surpreendente a forma como Durão está a reagir às críticas de que está a ser alvo.

“Tem a lata de se portar como uma virgem ofendida e de pôr-se a fazer de Calimero - "it's an injustice, it's an injustice!" [é uma injustiça, é uma injustiça] - perante as críticas inteiramente justas que lhe são feitas pelos que o acusam de promiscuidade entre política e negócios”, escreve na sua página de Facebook.

A crítica mais assertiva fica para o final: “Durão ‘Calimero’ Barroso é o perfeito e lamentável retrato da mediocridade confrangedora da generalidade dos dirigentes políticos que fingem mandar na Europa e no Mundo, mas que, na realidade, não passam de cães de guarda e serventuários da plutocracia, sobretudo da alta finança que suga a riqueza dos povos”.

Andrea Pinto – Notícias ao Minuto

Sem comentários: