Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quarta-feira, 10 de maio de 2017

TONY BLAIR RETORNA À POLÍTICA


O antigo Primeiro-ministro britânico, Tony Blair, declarou ao Daily Mirror desejar voltar à política a fim de lutar contra o Brexit.

Primeiro-ministro durante uma década (1997-2007), Tony Blair tinha amarrado a política externa do Reino Unido à dos Estados Unidos. Com o Presidente Bill Clinton, ele havia criado a «terceira via» (nem comunista, nem capitalista). Junto com George Bush Jr., lançou a «Guerra global contra o terror».

No entanto, face à Resistência Iraquiana, ele tinha proposto aos Estados Unidos uma nova política para o «Médio-Oriente Alargado» : o projecto das «Primaveras Árabes».

No final do seu mandato, ele aceitou tornar-se (2007-15) o enviado do Quarteto para o Próximo-Oriente (quer dizer, para supervisionar as relações entre Israel e a Autoridade Palestiniana). Simultaneamente, ele ocupa-se de negócios pessoais, principalmente no Kuweit, Catar e no Cazaquistão.

A sua esposa, a advogada Cherie Blair, formou, por sua vez, um grande escritório de advogados, que trabalha actualmente para o Catar preparando a condenação do presidente Bashar al-Assad que deveria seguir-se ao derrube da República Árabe Síria.

Os laços de Tony e Cherie Blair com a CIA foram objecto de um romance de ficção, Ghost, levado ao cinema por Roman Polanski.

Voltaire.net | Tradução Alva

Sem comentários: