quinta-feira, 5 de abril de 2018

SPORTING PERDE EM ESPANHA COM ATLÉTICO DE MADRID POR 2 - 0

PARTILHAR

BRUNO DE CARVALHO CRITICA VÁRIOS JOGADORES: «EM VEZ DE 11 FOMOS 9 E ISSO PAGA-SE CARO...»

Dos centrais a Coentrão e Bas Dost, presidente do Sporting não escondeu o desagrado

Bruno de Carvalho não escondeu o desagrado pela derrota (2-0) do Sporting em Madrid, diante do Atlético, mais concretamente as circunstâncias que levaram ao desaire, visando vários jogadores, nomeadamente a dupla de centrais (Coates e Mathieu) pelos erros cometidos nos golos colchoneros e ainda Coentrão e Bas Dost, amarelados e que vão falhar a segunda mão.

"O que queria ter visto: Uma equipa concentrada, com atitude e compromisso, defensivamente irrepreensível e com faro de golo. De 11 superarem-se e tornarem-se 22. O que vi:Uma equipa com atitude mas com uma defesa que não esteve concentrada. Coates e Mathieu a fazerem o que os avançados do Atlético não conseguiam. E o 2-0 a surgir sem nada terem feito para isso, a não ser (e não é pouco) marcarem. Gelson aos 32m isolado frente a Oblak, em vez de "fuzilar" para a esquerda, tenta colocar em jeito, mas sem força, para o lado direito perdendo um golo que já quase se gritava. De 11, em vez de 22 como queria, fomos 9, muitas vezes, e isso paga-se caro... Fábio e Bas Dost 'não quiseram jogar' em Alvalade, com faltas para amarelo que nunca poderiam ter feito", começou por dizer o presidente leonino no Facebook.

Falta de eficácia de Coates e Montero e "erros grosseiros" de internacionais

Bruno de Carvalho lamentou ainda a falta de eficácia dos comandados de Jorge Jesus: "Coates fica isolado e, sem foco e não estando concentrado, em vez de rematar faz um passe para Oblak. E, para terminar, Montero aos 92m desperdiçou um golo feito com um remate para o céu quando só se pedia um simples encosto", referiu, mantendo a confiança de que ainda é possível chegar às meias-finais.

"O Atlético não dominou mas venceu por 2-0. O Sporting CP demonstrou que tem equipa para fazer mais, mas não o fez. Agora, em vez de podermos resolver mais fácil em Alvalade, resta-nos sonhar com a reviravolta. É possível? É! Era necessário este resultado de hoje? Não! Viver um jogo de longe custa muito mais, mas ver erros grosseiros de jogadores internacionais e experientes ainda acrescenta mais ao sofrimento", atirou.

Crítica à arbitragem

A atuação do árbitro também mereceu críticas do presidente verde e branco: "Diego Costa a ser 'intocável', sendo que 'pediu' amarelo várias vezes mas não conseguiu, apesar de o merecer pelo esforço constante. Um livre não assinalado encostado à grande àrea por falta devido a corte com a mão do jogador do Atlético aos 83m. As mãos e a cara continuam a confundir os russos. Uma falta aos 87m pelas costas que devia ter dado cartão amarelo ao jogador do Atlético, sendo que isso evidenciou critérios disciplinares diferentes."

Record | Foto Lusa
PARTILHAR

Author: verified_user

0 comentários: