sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Portugal | Um Presidente para todas as ocasiões

PARTILHAR

Ana Alexandra Gonçalves* | opinião

Não haverá registo de um Presidente da República telefonar para um programa de televisão - depois de interromper uma reunião - com a finalidade, única e exclusiva, de dar os parabéns à apresentadora. A partir de 7 de Janeiro de 2019 passa a existir esse registo, com Marcelo Rebelo de Sousa a ser o autor do telefonema. Qual é o propósito disto? Há quem relacione com a saída da apresentadora do canal, envolto em polémica depois da presença de Mário Machado e há quem chame à colação a amizade entre os protagonistas da peripécia.

Isto seria apenas um fait-divers não se tratasse do Presidente da República. Não se pretende com isto inferir que o Presidente deva ser uma figura cinzenta e apagada como foi o seu antecessor que só rejubilava perante uma oportunidade de mostrar a sua perversidade. No entanto, as acções do Presidente têm invariavelmente uma leitura política e são fortemente escrutinadas. Um Presidente pode mostrar-se pronto para todas as ocasiões, mas não pode estar em todas as ocasiões, sobretudo naquelas que são claramente desadequadas.

Ainda assim, este telefonema despropositado é muito pouco comparado com os elogios que Marcelo fez a Bolsonaro por ocasião da tomada de posse do novo Presidente brasileiro.

*Ana Alexandra Gonçalves | Triunfo da Razão

PARTILHAR

Author: verified_user

0 comentários: