segunda-feira, 21 de maio de 2012

Moçambique: Polícia recupera 50 toneladas de arroz desviadas do porto da Beira



AYAC - Lusa

Chimoio, Moçambique, 21 mai (Lusa) - A polícia de Manica, centro de Moçambique, apreendeu hoje 50 toneladas de arroz, desviadas do porto da Beira e deteve quatro homens que pretendiam contrabandear o produto, disse à Lusa fonte policial.

Belmiro Mutadiua, porta-voz da polícia em Manica, disse que o grupo foi detido quando transferia o arroz, num estaleiro, para ser colocado no mercado paralelo.

"Apreendemos dois contentores com 50 toneladas de arroz, contido em sacos de 25 quilogramas, roubados no porto da Beira (Sofala, centro), na passada quinta-feira. O grupo já tinha encetado contactos para a venda do produto e ainda estamos a trabalhar para a detenção de outros integrantes, que trasfegam e contrabandeiam produtos", disse à Lusa Belmiro Mutadiua.

O grupo foi detido, depois de um dos seus membros ter contactado o comerciante lesado, cujos contentores haviam desaparecido do porto, para a respetiva venda, tendo o empresário denunciado a situação à polícia. As alfândegas e a polícia estão a trabalhar para a "devolução da mercadoria".

Em declarações à Lusa, António Daniel, tido pela polícia como o líder da rede, disse que o arroz foi transferido no seu estaleiro para consertar a viatura que transportava o produto que, afirmou, se destinava a apoiar crianças órfãs e doentes de SIDA, através da organização não-governamental JAM.

"Eu sou mecânico e os contentores vieram ao meu estaleiro para mudar a pneumática da viatura, que já não suportava o peso, para seguir e descarregar naquela organização", disse António Daniel, que foi desmentido pela polícia, que alega que a mercadoria não pertence à JAM.

António Daniel esteve anteriormente preso pelo seu envolvimento num caso bastante mediático de roubo de uma ambulância hospitalar em Machaze, a sul da província de Manica.

Sem comentários: