quarta-feira, 30 de outubro de 2013

AUSTRÁLIA AJUDOU NA OBTENÇÃO DE INFORMAÇÃO NA ÁSIA-PACÍFICO

 


Sydney, Austrália, 30 out (Lusa) -- A Austrália espiou em vários países da Ásia Pacífico para depois partilhar a informação obtida com os Estados Unidos, garantiu um especialista australiano em informações numa entrevista ao canal ABC.
 
O Centro Australiano de Sinais partilha os dados que recolhe através dos seus centros locais de espionagem com a Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos, declarou Des Ball no programa televisivo "Lateline" divulgado pela ABC.
 
De acordo com este especialista, quatro centros de espionagem australianos participam no programa "XKeyscore", um sistema desenvolvido pela NSA para obter e analisar uma grande quantidade de dados da Internet.
 
Estas instalações estão na base de Pine Gap, próxima da cidade de Alice Spring, no centro da Austrália, numa estação nas imediações da cidade de Geraldton, na Austrália Ocidental, e em outros dois centros de espionagem próximos das cidades de Darwin e Camberra.
 
A Austrália, que tem a segurança como uma das suas prioridades nacionais, vigia as comunicações relacionadas com atividades terroristas, segundo Des Ball.
 
Um mapa secreto revelado pelo ex-técnico da CIA, Edward Snowden, que revelou a espionagem realizada pela NSA, revela que os Estados Unidos têm centros de vigilância em vários postos diplomáticos na Ásia.
 
"A Austrália também utilizou as suas embaixadas no estrangeiro com propósitos de vigilância numa operação designada como 'Reprieve'", disse Ball.
 
A Austrália integra há décadas o acordo secreto dos "Five Eyes" (Cinco Olhos), ao qual pertencem os Estados Unidos, o Reino Unido, o Canadá e a Nova Zelândia para partilharem informação e evitar a espionagem entre eles.
 
PNE // PNE - Lusa
 

Sem comentários: