terça-feira, 29 de outubro de 2013

Guiné-Bissau vai ter "eleições Gucci" com orçamento inflacionado - Ramos-Horta

 


Londres, 29 out (Lusa) - A Guiné-Bissau vai ter umas "eleições Gucci", ironizou hoje o representante especial da ONU José Ramos-Horta, ao revelar que os parceiros internacionais aceitaram um orçamento inflacionado para desbloquear o processo.
 
"É um orçamento de quase 20 milhões de dólares (14,5 milhões de euros), quando se podia fazê-lo por 10-12 milhões (7-9 milhões de euros)", admitiu hoje, durante uma mesa-redonda no Instituto Real de Relações Internacionais, conhecido por Chatham House, em Londres.
 
O valor, disse o antigo presidente de Timor-Leste e prémio Nobel da Paz, foi acordado para pôr fim a uma discussão sobre "orçamentos altamente inflacionados" que se prolongava desde junho.
 
Expresso - Lusa
 

1 comentário:

Anónimo disse...

nao queremos etas eleiçoes enquanto o generel presidente antonio indjai nao deixar entrar a guiné todos os refugiados politicos que quer candidatarse ou entao deixar este governo continuar no poder mas tambem nao receberao apenas essa esmola oferecida ao povo de todas formas todo o mundo sabe que esse dinheiro é para enrriquecer estes bandidos nao queremos um presidente imposto pela cedeao e ni pelas naçoes unidas aproveitando ai perguntar ao senhor Ramos Hortas o qué que sabe o desaparecimento de um responsavel politico do PAIGC? este homem foi pesseguido pelos militares e até hoje ninguem sabe onde se encontra este homem se chama BOTCHE CANDE espero que o Ramos Hortas sabe onde se encontra coragem a todos