sábado, 29 de março de 2014

Guiné-Bissau: «JOMAV» garante que o «período de sofrimento está no fim»




Bissau - O candidato Presidencial do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), José Mário Vaz «JOMAV», garantiu aos guineenses que o prolongado período de sofrimento está prestes a terminar na Guiné-Bissau.

«Para vos dizer que se mantenham mais um pouco porque o sofrimento está quase a terminar», referiu José Mário Vaz.

Falando esta quinta-feira, 27 de Março, em mais um comício popular na capital, em frente à sede da Câmara Municipal de Bissau, «JOMAV» disse que se for eleito a 13 de Abril vai ser um Chefe de Estado orientado por outras forças. 

«Não vou ser um Presidente da República a quem vai ser dada orientação, isso nunca vai acontecer», garantiu.

O candidato Presidencial disse ainda que, da mesma forma como dirigiu a Câmara Municipal de Bissau e o Ministério das Finanças, com ordem, rigor, disciplina e firmeza, «vamos manter a nossa posição não porque temos a força, mas porque temos a Constituição da República que define claramente os poderes do Presidente da República».

Ao nível da justiça, «JOMAV» disse que, com o seu mandato, os tribunais vão passar a ser responsáveis por dirimir conflitos, tal como acontece nos outros países do mundo. 

«No mundo civilizado são os tribunais os responsáveis por dirimir conflitos, mas quem quer entrar nesta senda que venha fazer política como nós», desafiou.

O antigo ministro das Finanças da Guiné-Bissau apelou à união entre os guineenses, para não comprometer a coesão e a unidade interna nacional, tendo prometido trabalhar para união de todos se for eleito Presidente da República.

«JOMAV» apelou ainda ao voto na sua candidatura e no partido que o apoia, sublinhando que a partir de 14 de Abril os guineenses vão passar a ser orgulhosos de serem guineenses.

Na manhã desta sexta-feira, 28 de Março, o candidato Presidencial esteve em visita a Bissau, tendo passado pelo Hospital Nacional Simão Mendes.

No período a tarde, a comitiva da campanha eleitoral do PAIGC desloca-se à região norte do país, nomeadamente Mansoa, Mansaba e Farim.

Bissau Digital - (c) PNN Portuguese News Network

Sem comentários: