domingo, 30 de março de 2014

Milhares de manifestantes antigovernamentais voltam às ruas de Banguecoque




Banguecoque, 29 mar (Lusa) - Milhares de pessoas manifestaram-se hoje nas ruas de Banguecoque, Tailândia, e noutras cidades do país num protesto que visa a demissão do Governo interino liderado por Yingluck Shinawatra.

Sob o comando do antigo vice-primeiro-ministro Suthep Thaugsuban, os manifestantes chegaram a ocupar os jardins da sede do Governo, gritando slogans contra o executivo que acusam de corrupção e fraude eleitoral.

"Este protesto é mais uma demonstração de que queremos uma reforma nacional imediata", disse Suthep Thaugsuban, que abandonou o seu lugar de deputado do Partido Democrata para liderar os protestos que já duram desde novembro do ano passado.

O mesmo responsável, citado pelo diário Bangkok Post, garantiu que qualquer tentativa de realizar eleições será boicotada pela população.

Apesar de pacíficas no início, as manifestações antigovernamentais na Tailândia provocaram vários episódios de confronto com as forças de segurança e entre apoiantes e detratores do Governo, que fizeram 11 mortos e mais de 600 feridos.

Recentemente, o Tribunal Constitucional tailandês anulou as eleições de fevereiro porque o ato eleitoral não foi possível em 28 dos 376 círculos eleitorais devido ao boicote dos manifestantes antigovernamentais, que impediram o registo de candidatos.

A Tailândia vive desde 2006 uma crise política iniciada com o golpe militar que afastou do poder Thaksin Shinawatra, irmão de Yingluck, acusado, julgado e condenado por corrupção, mas que nunca cumpriu pena por ter abandonado o país antes do julgamento.

Thaksin Shinawatra é acusado de controlar o Governo da sua irmã a partir do exílio no Dubai.

JCS // VM - Lusa

Sem comentários: