quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

ORDEM DOS MÉDICOS NO PORTUGAL DOS PEQUENINOS E A “EUREKA” DO BASTONÁRIO

PARTILHAR


Mário Motta, Lisboa

Neste Portugal dos Pequeninos surgiu uma polémica sobre saúde e trabalho: baixas médicas. O rematador da polémica (agora já é isso mesmo), foi o ilustre bastonário da Ordem dos Médicos. Polémica que foi aproveitada pela TSF para preencher o seu Fórum, a antena aberta em que portugueses, ou não, deixam o seu parecer, a sua concordância ou discordância e adiantam mais pormenores baseados na vida prática e não na demagogia com que o tal bastonário achou por bem comemorar o seu aniversário de eleição para bastonário daquela ordem tão corporativista e que alberga profissionais excessivamente gulosos e inacessíveis à vasta maioria de portugueses que não podem chegar ao custo das intervenções dos seus atos médicos.

Hipócrates brada aos céus enquanto o negócio pela falta de saúde dos cidadãos prospera. É a vida, é este mundo, é a ganância, é a desumanidade na sua faceta acabrestada de senhores doutores. Claro que não são assim todos os médicos, antes pelo contrário… Optimismo?

Propõe o ilustre bastonário o que hoje mesmo foi notícia: Ordem dos Médicos propõe fim das baixas médicas até três dias - e deu Fórum TSF.

A demagogia ultrapassa os foros da aceitabilidade, feio porque provinda de uma ordem de médicos. Tal não resolve o problema das urgências, nem das listas de espera a moribundos e não moribundos. E cria outros problemas aos trabalhadores e à Segurança Social, entre outros. O bastonário referido quer varrer para debaixo do tapete o “lixo” que foi criado no setor da saúde e vai daí “carrega” nos trabalhadores sem olhar a quem. E em todos que não são a sua classe elitista.

Mais médicos, mais enfermeiros, melhores instalações hospitalares, etc., etc. Apostar e investir a sério no SNS. Essa sugestão seria uma ótima comemoração, reivindicar mais e melhores condições nos serviços de saúde para os portugueses (e estrangeiros por cá). Mas não, o ilustre bastonário falou de pança cheia. Até resultou, deu origem a um Fórum da TSF (e bem). Ora aqui temos um bastonário vedeta, incontido em debitar o que passa a ser uma discussão de lana caprina mas, se aprovada, de prejuízo para muitos. Para empregados, para patrões… e o que mais vier de arrasto. Grande bagunça!

Como sempre, quem se lixa é o mexilhão. Muito obrigado, senhor bastonário. Mas que ideia tão idiota (usando que idiota é quem tem ideias).

Saibam mais neste título, para ficarem devidamente documentados e, talvez, esclarecidos: Ordem dos Médicos quer acabar com baixas médicas até três dias

TSF | Foto: António Cotrim/Lusa
PARTILHAR

Author: verified_user

0 comentários: