sexta-feira, 21 de maio de 2021

O MITO DESTRUÍDO

O mito da invencibilidade israelense foi destruído. O famoso "domo de ferro" de que tanto se orgulhavam não resiste.

Em desespero, a entidade sionista recorre à carnificina pura e simples – que os media corporativos ocultam cuidadosamente.

Enquanto a limpeza étnica prossegue em Jerusalém, centros habitacionais, centros de saúde, bibliotecas e instalações sociais em Gaza são destruídos por caças F-35 – mas hipocritamente eles dizem que tal massacre é "cirúrgico".

Até ontem o heroico povo palestino lutava com paus e com pedras. Hoje já dispõe de foguetes, ainda que não muito refinados. A correlação de forças ainda é altamente desfavorável para o povo palestino, mas tornou-se menos má.

Adenda: No dia 20 os nazi-sionistas bombardearam duas condutas de água na área de Al-Saftawi, provocando cortes de abastecimento a 20% da população da cidade. Agravaram assim crise de água de que sofre a cidade devido ao bombardeamento deliberado de condutas na área de Gaza. No mesmo dia foi morto num ataque o jornalista palestino Ashraf Shannon, correspondente da Press TV. Os crimes sionistas acumulam-se.

Resistir.info -- 20/Maio/2021

Sem comentários:

DESTAQUE

Neoliberais e ultradireita: o tronco único

# Publicado em português do Brasil Por trás das diferenças aparentes, as correntes se encontram. Partiram da reação oligárquica ao comunismo...