sexta-feira, 28 de abril de 2017

ESTADO TIMORENSE DEVE SER LIDERADO POR PESSOAS COM “SERIEDADE E ÉTICA” | Xanana

PARTILHAR

Díli, 28 abr (Lusa) - O líder histórico timorense e presidente do CNRT, Xanana Gusmão, considerou hoje essencial que "gente com seriedade, ética e sentido de Estado" ocupem cargos nas estruturas superiores do país, podendo assim melhor cumprir os desígnios de desenvolvimento nacional.

"Se as estruturas superiores do Estado funcionam, o Estado é forte. São estruturas que precisam de gente com seriedade, com ética e sentido de Estado para cumprir os objetivos e missão do desenvolvimento do país", afirmou.

Xanana Gusmão falava na abertura do 3.º congresso nacional do partido que lidera desde a sua fundação em 2007, o Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT) que decorre até domingo na capital timorense sobre o lema "consolidar o partido para melhor servir a nação".

Numa intervenção em que quis deixar uma "análise crítica" do que Timor-Leste tem feito até aqui, o presidente do CNRT lembrou que os processos políticos, sociais e económicos "têm contradições, desafios, dificuldades e problemas.

Xanana Gusmão disse que o seu partido continua empenhado "num compromisso de ação", procurando avançar na reforma das instituições do Estado e na consolidação do país, não apenas em termos físicos mas em termos de fortalecimento da sua sociedade.

"Já libertámos a pátria, agora temos que libertar o povo", disse, repetindo uma frase que marca, pontualmente, o seu discurso político.

O atual ministro do Planeamento e Investimento Estratégico insistiu na importância de consolidar e manter a estabilidade nacional, que depende necessariamente de "harmonia social e segurança", referindo-se igualmente ao mesmo de tensão no palco internacional.

"O nosso mundo enfrenta tensões, conflitos, atos extremistas, bombas e terrorismo que vemos nas notícias todos os dias. Racismo, xenofobia, discriminação, desespero, raiva, ódio, vinganças que motivam atos violentos", afirmou.

Para os militantes, Xanana Gusmão disse que a ação política eficaz não depende da existência de mais partidos já que o eleitorado escolhe os que têm as melhores soluções para o desenvolvimento do país.

É essencial, disse, que os partidos trabalhem para aumentar a sua capacidade de resposta à situação do país" procurando consolidar o conhecimento da realidade e a melhor forma de responder às aspirações e objetivos do povo.

Como passo para se fortalecer, disse, o partido deve criar estruturas de investigação e análise em três setores cruciais, o de política e instituições do Estado, o de segurança e relações internacionais e um de economia e finanças.

Representantes de várias forças políticas timorenses e do corpo diplomático acompanharam a abertura da reunião magna, onde estiveram ainda vários membros do Governo, incluindo o primeiro-ministro, Rui Maria de Araújo.

Mais de 1.100 delegados de todo o país participam no encontro que debaterá os preparativos para as eleições legislativas ainda sem data marcada, mas que ocorrerão ou em julho ou agosto.

Um dos pontos essenciais do congresso é a revisão dos estatutos do partido, necessária caso os atuais dirigentes, incluindo Xanana Gusmão, pretendam continuar à frente do CNRT.

Os atuais estatutos permitem apenas dois mandatos sucessivos dos responsáveis máximos que, neste caso, se cumprem neste congresso.

ASP // VM

PARTILHAR

Author: verified_user

0 comentários: