quarta-feira, 30 de maio de 2018

SÃO TOMÉ | Patrice Trovoada, o ditador revelou-se desde que foi eleito

PARTILHAR
São Tomé e Príncipe está a viver um grande sufoco na sua já parca democracia. A ditadura imposta pelo primeiro-ministro Patrice Trovoada, em conluio com o PR Evaristo Carvalho, é cada vez mais evidente.

Irregularidades na eleição do candidato a PR preferido de Patrice foram evidentes para os cidadãos mais atentos e também para os observadores. O pedido a país vizinho – Ruanda - de uma força militar estrangeira por parte do primeiro-ministro e consentimento do PR Evaristo, foi alarmante, sendo contestada pelos militares sãotomenses, assim como pelos partidos da oposição e populações. Também no setor da Justiça Patrice Trovoada confrontou juízes e fez mudanças consideradas suspeitas e desestabilizadoras. Patrice e Evaristo estão a matar lentamente a já de si débil democracia em São Tomé e Príncipe.

Quando foi eleito, na campanha eleitoral em que o dinheiro correu a rodos, alertamos aqui no PG para o vislumbre dos perigos que o país corria com a eleição de Patrice. É que na campanha, em vésperas das eleições os votos dos eleitores são comprados por quem tem mais possibilidades financeiras – chamam a isso o “banho” e é ação normal, que todos sabem e conhecem.

Foi Patrice Trovoada depois de uma razoável ausência que chegou ao país com fartos recursos financeiros que pôs muitos a pensar de onde viriam. Entretanto há o petróleo sãotomense a explorar. Está quase tudo dito.  MM | PG

Na foto: Patrice Trovoada e Evaristo Carvalho

Leia em Página Global
PARTILHAR

Author: verified_user

0 comentários: