terça-feira, 24 de agosto de 2021

Extinction Rebellion dá início a duas semanas de manifestações

Centenas de ativistas juntaram-se em Trafalgar Square numa iniciativa que serve de pontapé de saída para dezenas de ações de protesto nas duas próximas semanas. Exigem que o Governo se desfaça das empresas de combustíveis fósseis.

A ação desta segunda-feira da Extinction Rebellion, que junta centenas de pessoas na Trafalgar Square, dá início às ações de protesto em vários locais de Londres nas próximas duas semanas, segundo o jornal britânico Evening Standard(link is external). Os ativistas exigem que o Governo britânico se desfaça das suas empresas de combustíveis fósseis.

Gail Bradbook, co-fundadora do movimento ambientalista, abriu a “Impossible Rebellion” com um discurso de partilha com as nações que são desproporcionalmente afetadas pelas alterações climáticas.

Neste domingo, três ativistas tinham escalado a entrada de Guilhall, no centro de Londres, numa ação já enquadrada no ciclo de manifestações organizadas pela Extinction Rebellion. Foi desenrolada uma faixa na parede do prédio que dizia “liberdade de co-libertação juntos”.

A Polícia Metropolitana acabou por prender nove ativistas, três sob suspeita de danos criminais e outros cinco por suspeita de conspiração criminosa.

Entre a multidão que observou a ação de Guilhall estava Jerome Flynn, ator da série "Guerra dos Tronos", que disse que era “mais urgente do que nunca” as pessoas lutarem juntas. “Estou um pouco sem palavras neste momento, estou muito emocionado por estar aqui”, afirmou.

Esquerda.net | Imagem: Facebook

Sem comentários:

DESTAQUE

Chega "esconde" propósitos fascistas do seu programa

Chega "eclipsa" destruição da escola pública e do SNS do seu programa Quase dois anos depois de Ventura ter anunciado a "cl...

Mais lidas da semana