domingo, 29 de agosto de 2021

Médicos & monstros


Joana Amaral Dias* | Diário de Notícias | opiniãp

O pneumologista e influencer sanitário, Filipe Froes recebeu milhares de farmacêuticas enquanto andou, simultaneamente, a recomendar o uso dos produtos dessas mesmas empresas. Foi o antigo jornalista Pedro Almeida Vieira que, prestando um verdadeiro serviço público, investigou e denunciou este caso (e vários outros) nas redes sociais, revelando quer a actual debilidade de muito jornalismo quer o viço de outros meios (que por isso também são tão atacados).

Certo é que Filipe Froes é só mais um flop, um flip flac desta narrativa da covid pejada de conflitos de interesses, incompatibilidades e opacidades (basta lembrar a inadmissível ocultação dos contratos das farmacêuticas com a União Europeia - pagos pelos contribuintes). Além do Dr. Frosques, desfilam por aí muitos Simas e Mexias que desprezam a destrinça entre pronunciamento público e publicitário. É triste e sintomático do tipo de sociedade em que nos encontramos que não tenham sido os próprios a assumir as suas ligações partidárias, os seus patrocínios. Ou seja, o Governo e a comunicação social promoveram estas figuras como especialistas, como independentes, imparciais, neutros, puros cientistas (como se isso fosse sequer possível), quando, na verdade, muitos não passam de assalariados, peões, lobistas, vendilhões do medo e duas pílulas, ou até mesmo lacaios de outras grandes forças. Ou seja, recebendo financiamentos privados, jamais podem representar o bem público, o tal bem comum, e tão-pouco emitir opiniões isentas. Ou se defende um interesse particular ou se defende o interesse de todos. Sucede que num país como Portugal, com tão pouca cultura de transparência e prestação de contas, com tantas fragilidades económicas, ainda para mais altamente pressionado para o tal unanimismo sobre a covid, a lisura e a honestidade estão moribundas. Estas personagens ora acham-se a salvo de escrutínio, impunes, ora estão deslumbradas pelo vil metal e pela sede de protagonismo. Até se admite que cientistas recebam apoios das farmacêuticas e claro que qualquer profissional de saúde ou influencer sanitário pode ter simpatia ou militância partidária. O que Dr. Jekyll & Mr Hyde não podem fazer é escondê-la e apresentarem-se publicamente como virginais, imaculados, verdadeiros eunucos da medicina. Sucede que, como é notório no caso Froes, a ética morreu. RIP. Por isso, depois de receber quantias avultadas de empresas e dar a opinião nos media favorecendo essas mesmas empresas, em vez de pedir desculpas e ter suspendido a sua participação em organismos públicos (como a Comissão Técnica Nacional de Vacinação), o pneumologista veio dizer que está tudo ok porque recebeu esse dinheiro legalmente, desdenhando na rectidão e na moral, ou como se a opinião pública agora não interpretasse as suas posturas de outra forma. Demita-se!

Por fim, lembre-se que Froes recebeu também da farmacêutica do Remdisivir e andou meses nas televisões a elogiá-lo, contribuindo para que se firmasse o respectivo contrato público de 20 milhões. Ou seja, estamos perante uma densa teia de interesses e hoje pode afirmar-se que muitas posições públicas e movimentações desde março de 2020 em nada estiveram relacionadas com a saúde pública. Até que ponto?

*Psicóloga clínica. Escreve de acordo com a antiga ortografia.

1 comentário:

Anónimo disse...

Economias inteiras afundando.
Numero de famintos e pobres incluindo a classe "media" sobe as centenas de milhoes,
E centenas de milhoes de cultivadores e ilhéus que dependiam do turismo e direta ou indiretamente conectados com agricultura, aquacultura e extrativismo sem uma renda decente ou sem ela "at all" nesses dias sem liberdade.
Todo um emaranhado de serviços e produçao afetados, fluxo de alimentos cada vez mais controlados por uma minoria causando 'angelicas' disrupçoes de fornecimento, inflaçoes aumentam globalmente, salarios estagnados ja a priori desta plandemia e agora ainda mais desfasados com a indecente impressao de mais e mais dinheiro, em alguns paises no setor de restaurantes so 9% obtem lucro na presente atualidade!
A tecnocracia impera e seremos automatos e servos dela, isso se sobrevivermos todas as injeçoes que ainda estao por vir pois ja e sabido que elas nao funcionam como prometido e muitos sentem em seus corpos as consequencias negativas, mas agora temos que toma-las sempre que "eles" nos mandarem, seremos perfeitos servos da grande farma e da ciencia corporativa ate que a morte nos separe.
Sendo que la fora onde a midia controlada nao fala de, existe varios bilhoes de pessoas andando saudavelmente pelas ruas indo aos seus trabalhos e voltando em casa sem nenhum temor de cair morto como mostrava esta midia mentirosa com aqueles videos de chineses caindo pelas ruas, estes bilhoes sem nenhuma culpa por terem seus ingressos cada vez mais diminuidos ou extirpados por confinamento em massa, histeria em massa, desemprego em massa, terceirizaçoes em massa, forçadamente calados em massa por uma microscopica e sinistra elite global que esta a fazer rios de riquezas em seus investimentos nas bolsas de valores enquanto imposiciona cinicamente mais mandatos e restriçoes ao cada vez mais pobre ‘precariat’. Mas ninguem ve isso, a esquerda resolveu afundar a cabeça na areia, ou melhor na lama, e nao enxergar o que esta obvio aos olhos de um atento.
Talvez porque assim nao perca votos dentro da maioria mundial composta de mais de 70% de ignorantes ingenuos, fieis ungidos com o consentimento manufaturado da tv e da midia controlada.
E agora cegos fieis a nova religiao da gripe absurdamente (sarc) fatal e seus sicofantas hipocondriacos.
É como o pastor sermando ao fim de semana sobre como melhorar o dificil relacionamento de Joao e Maria em dias de sempre menos e evitando de falar da realidade que nos assola que estamos todos sendo meticulosamente amestrados contra nossa vontade para um ‘bem maior’ e que temos que jogar fora nossa individualidade no lixo e abraçar sem questionar a hipocondriaca nova religiao da injeçao que "salva" mas mata a economia e desenvolvimento humano, limpemos nossas maos no sagrado gel alcolico e coloquemos nossa abençoada mascara sufocadora (nem mais temos o direito de uma respiraçao saudavel e natural) e tambem em nossos filhinhos e filhinhas e vamos a fila receber a sagrada hostia injectada.
Por favor Deus se o Senhor estiver por ai nos salve desses bem sinistros tempos de pre-fascismo.

DESTAQUE

Chega "esconde" propósitos fascistas do seu programa

Chega "eclipsa" destruição da escola pública e do SNS do seu programa Quase dois anos depois de Ventura ter anunciado a "cl...

Mais lidas da semana