Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sábado, 6 de agosto de 2016

JOGOS OLÍMPICOS DEPOIS DO GOLPE DE ESTADO NO BRASIL. OLIMPICOS DA CORRUPÇÃO?




Mário Motta, Lisboa

Foi pela meia-noite em Lisboa que os jogos olímpicos abriram no Rio de Janeiro. Cerimónia que com mais pormenor menos pormenor não é diferente dos jogos anteriores, nem a organização, nem os que compõem o comité olímpico, nem nada. Fala-se de corrupção no Brasil, fala-se de corrupção nas olimpíadas. Estão todos muito bem uns para os outros. No país do golpe que elevou corruptos e golpistas aos poderes a podridão dos jogos olímpicos (sem maiúsculas por representarem tanta pequenez) assenta bem. Que é desporto, não é política. Pois. Então vejam bem o que aconteceu com os atletas da Rússia, por exemplo. Se não é política da mais suja que existe aproveitando o desporto o que é?

O Brasil é um dos países onde mais são violados os Direitos Humanos. Onde a elite ressabiada e saudosa dos “coronéis”, marcadamente neoliberal-fascista, corrupta, criminosa na completa acessão do termo, golpista, e mesmo assim tem o reconhecimento e os mimos do mundo ocidental, dito civilizado e desenvolvido. Assim como do resto do mundo onde preponderam os ditadores, os criminosos, os corruptos, os da alta finança que dominam e beneficiam da exploração dos povos, suas doenças, guerras, êxodos e sua mortandade. E mesmo assim apelam ao tal “espírito olímpico”, à paz, com as máscaras da hipocrisia que tão bem lhes reconhecemos.

Preparem-se para daqui por uns tempos lerem em grandes manchetes sobre negociatas ilícitas e corrupções nestes jogos olímpicos do Rio. Repetem-se os crimes das elites, os crimes dos de colarinho branco e mãos abundantemente sujas. Estamos cá para ver e relembrar esta nossa previsão. Previsão que não tem nada de extraordinário, ainda para mais com os “jogos” a ocorrerem no Brasil do presidente, governo e tribunais golpistas.

Entretanto as manifestações de protesto abundam pelo Brasil vítima do golpe e dos atropelos à democracia e ao povo, aos Direitos Humanos. A repressão aos manifestantes é soberba. Só isso, quando não é o caso da polícia decidir assassinar brasileiros como é seu hábito. Brasileiros, de preferência, de pele negra. O racismo à solta juntamente com o golpismo dos que se auto-intitulam… governantes e presidente. Há ainda juízes cúmplices que também condenaram ao limbo a democracia brasileira e justiça social em desenvolvimento. Agora, mais que antes, a corrupção anda à solta no Brasil, de mãos dadas com a impunidade dos criminosos do colarinho branco.

Da TSF a breve descrição da abertura dos tais jogos.

Começaram os Jogos Olímpicos

Cerimónia oficial de abertura no estádio Maracanã fez referência às caravelas portuguesas que chegaram ao Brasil.

A cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio2016 começou às 00:00 de Lisboa no estádio do Maracanã.

O espetáculo contou com a participação de 5.500 voluntários e 200 bailarinos que interpretaram diversas coreografias multimédia contando a história do Brasil desde o tempo pré-descobrimentos até aos dias de hoje, incluindo referências às caravelas portuguesas que chegaram ao país.

Com o estádio cheio de público mas com uma presença limitada de chefes de Estado, comparando outras olimpíadas, apenas 4 Presidentes marcaram presença: Marcelo Rebelo de Sousa (Portugal), François Hollande (França), Mauricio Macri (Argentina), Horacio Cartes (Paraguai).

Também assistiram à cerimónia, o secretário norte-americano de Estado, John Kerry, e o vice-presidente de Angola, Manuel Domingos Vicente.

As Nações Unidas fizeram-se representar por Ban Ki Moon, secretário-geral da ONU.

TSF

Sem comentários: