Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quinta-feira, 26 de maio de 2016

PROTESTOS CONTRA A ALTERAÇÃO À LEI DO TRABALHO PARALISAM FRANÇA


Por todo o país há bloqueios de autoestradas. Há refinarias e centrais nucleares fechadas. Centenas de voos foram cancelados.

É o oitavo dia de protestos contra as alterações à Lei do Trabalho em França. Um dos principais impactos é nos transportes, em particular nos voos.

A Direção-Geral da Aviação Civil francesa pediu às companhias aéreas para reduzirem em 15% os voos para o aeroporto de Orly, em Paris, mas os atrasos e os cancelamentos devem acontecer em todo o país.

De e para Portugal, os primeiros efeitos sentem-se no corte de dois voos da TAP entre Paris-Orly e Lisboa, e um da Ryanair entre Lyon e Lisboa. No Porto, estão cancelados voos da Ryanair para Lyon e Dole.

Estão anunciados cortes de potência elétrica de pelo menos 4 gigawatts por causa da greve dos trabalhadores de 19 centrais nucleares, desde quarta-feira às 20:00.

O bloqueio das refinarias continua e, por isso, há cada vez menos combustível nas bombas. O Governo já teve de recorrer às reservas de gasóleo e gasolina.

A nova Lei do Trabalho (conhecida por "Lei El Khomri", por causa do nome da ministra do Trabalho) foi aprovada no início do mês, mas os sindicatos querem que o Governo volte atrás alegando que o diploma retira direitos e salários, aumentando a precariedade.

TSF – Foto: Thibault Vandermersch/EPA

Leia mais em TSF

Sem comentários: