terça-feira, 9 de agosto de 2016

PORTUGAL ESTÁ A ARDER HÁ VÁRIOS DIAS, TEXTOS E FOTOS DOCUMENTAM A DESGRAÇA




Recorremos ao Notícias ao Minuto para fazer constar no PG a enorme desgraça que está a ocorrer no Portugal das labaredas. Textos e fotos documentam o inferno que há dias se está a viver intensamente no continente e na Madeira. O norte de Portugal tem sido a zona maior de pasto das chamas.

Responsáveis da Proteção Civil diziam ontem na TSF que Portugal está preparado para atender a fogos num total máximo de 250 e que nos últimos dias esses números chegaram a subir para quase o dobro, que assim não existem meios para combater os fogos eficazmente.

Os bombeiros de Portugal estão extenuados. Os meios aéreos são insuficientes. Tanto assim que foram pedidos dois Canadair a Espanha. Talvez tardiamente se considerarmos que pelo menos já ontem se justificava pedir tal reforço a Espanha.

As populações efetadas também lutam nesta guerra às chamas que consomem os seus parcos haveres, as suas casas. Muitas vezes o pânico apodera-se dos moradores mas logo depois vem a coragem para lutar e derrotar o fogo. É exatamente sobre isso que versa o título e o texto que se segue. Dispõe igualmente de ligações a outros títulos relacionados. São imensos, dali retirámos alguns, os mais recentes e que podem esclarecer minimamente aqueles que ainda não se atualizaram sobre a desgraça de Portugal estar há vários dias a ser pasto das chamas. A acompanhar, no Notícias ao Minuto, podemos ver a mostra feérica de fotografias que documentam a dança do fogo em Portugal e os semblantes de desespero e valentia das populações atingidas, assim como a postura heróica dos bombeiros de Portugal, soldados da paz de uma guerra imensa contra as chamas. (PG)

População em desespero põe 'mãos à água' e ajuda a combater incêndios

Desde o fim de semana que Portugal está a ser assolado por vários incêndios que colocam vidas e bens materiais em perigo.

Cansaço, desespero, pânico e solidariedade. São estes os sentimentos que têm dominado as populações que, nos últimos dias, de norte a sul do país, arquipélago da Madeira incluído, têm visto os incêndios propagarem-se e colocarem em risco várias localidades.

Numa altura em que os bombeiros não têm mãos a medir para tantas frentes ativas, os populares põem mãos à obra e fazem de tudo para ajudar no combate às chamas.

Há até quem esteja acordado mais de 24 horas para impedir que as chamas se aproximem das habitações.

As imagens que lhe trazemos ilustram o desespero e o espírito de entreajuda que tem caracterizado os últimos dias.

Patrícia Martins Carvalho – Notícias ao Minuto

Principais títulos em Notícias ao Minuto

Sem comentários: