domingo, 15 de janeiro de 2012

Itália: Terceira pessoa localizada com vida a bordo do cruzeiro italiano



Público

Embarcação encalhou ao largo da costa ocidental de Itália

Uma terceira pessoa foi localizada neste domingo com vida no navio de cruzeiro Costa Concordia, quase 30 horas depois de a embarcação ter encalhado ao largo da costa ocidental de Itália. Morreram pelo menos três pessoas e há cerca de 40 que ainda não responderam à chamada das autoridades.

Segundo as autoridades locais, a pessoa localizada é o chefe dos comissários de bordo e está bem de saúde. O homem está numa zona inundada e os bombeiros tiveram dificuldade em conseguir chegar até ele – as equipas de socorro ainda não conseguiram retirá-lo daquele navio italiano.

Este sobrevivente junta-se ao casal de coreanos que foi resgatado com vida, durante a madrugada, do interior do cruzeiro, 24 horas depois do acidente. A bordo do Costa Concordia seguiam 4231 pessoas, incluindo passageiros e tripulação.

A embarcação encalhou na noite desta sexta-feira ao largo da costa ocidental de Itália, junto da pequena ilha de Giglio, arquipélago da Toscânia, distrito de Grosseto, na província da Toscânia. O navio tinha estado atracado no porto da localidade de Civitavecchia e dirigia-se para o porto de Savona, no Norte de Itália. A ilha de Giglio fica a 27 quilómetros da costa italiana.

Três mortos confirmados

O número de mortos no naufrágio do cruzeiro mais importante da empresa italiana Costa Cruzeiros mantém-se nos três: um peruano membro da tripulação e dois turistas franceses, segundo informa a agência italiana de notícias Ansa. Os corpos foram transportados para a morgue de Orbetello (uma localidade da costa toscana) e as autoridades já autorizaram as autópsias.

De acordo com os bombeiros locais, foram registados também cerca de 40 feridos – dois em estado considerado grave – e outras 40 pessoas estão ainda por contactar.

Dois portugueses feridos

Pelo menos 11 portugueses estavam a bordo do Costa Concordia no momento do acidente, de acordo com a empresa Costa Cruzeiros. Um casal de portugueses residente na Suíça sofreu ferimentos ligeiros, disse à Lusa fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros. Segundo a mesma fonte, não há informação de qualquer vítima mortal portuguesa e a embaixada de Portugal em Roma tem estado a acompanhar a situação.

Notícia em actualização em Público

*Foto em Lusa

Sem comentários: