Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

domingo, 30 de junho de 2013

MERKEL: O BODO AOS POBRES



Paulo Gaião – Expresso, opinião

Angela Merkel começou a distribuir dinheiro na Alemanha, a três meses das eleições legislativas, para tentar impedir a recessão no país.

Só o aumento do abono de família e das pensões mais baixas terá um custo de 15 mil milhões de euros.

Mas é  nas obras públicas que Merkel gastará mais. Até 2017 são 25 mil milhões de euros.
É difícil o projeto europeu sobreviver assim.

A Alemanha a fazer aquilo que proíbe a Portugal e à Grécia, deixando-os a pão e água.

A Alemanha a fazer aquilo que as receitas económicas dizem para fazer mas impede os outros de aplicar.

Merkel está convencida que gere estas contradições europeias viabilizando fundos de solidariedade para os países em dificuldades. 

É um puro engano.  

Os fundos chegam tarde a economias devastadas.

E são uma espécie de bodo aos pobres para limpar a consciência alemã.

Os piores sentimentos de revolta nascem assim.

Da injustiça de ver os senhores a viverem fartos e continuarem a ditar as suas sentenças.

Ainda esta semana, Merkel voltou a dizer que é preciso os países periféricos continuarem a fazer os "trabalhos de casa".

É o despotismo de quem pode e manda.

Sem comentários: