Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Cabo Verde. Situação económica do país é «extremamente preocupante», diz o governo


Não é nada, responde a oposição

O governo classifica de “extremamente preocupante" a situação financeira de Cabo Verde. A posição foi defendida, hoje, no Parlamento, pelo ministro do assunto parlamentares no período antes da ordem do dia. Fernando Elísio Freire justifica a posição do executivo governamental com as dividas encontradas e que segundo disse não eram de conhecimento público.

Ao exemplificar, o governante apontou que o Estado de Cabo Verde tem uma dívida de 15 mil milhões de escudos, nunca orçamentados, a particulares, empresas e outras instituições. 300 mil contos de dívidas da TACV, que tem de assumir mensalmente, e 2 milhões de contos aos empreiteiros do programa Casas para Todos.

Por isso, de acordo com Fernando Elísio Freire, a avaliação económica do país é a de um país de elevado risco.

“Risco orçamental, risco da dívida pública e risco de incumprimento. É esta a realidade, porque estão neste momento muitas contas por saldar que estavam debaixo do tapete e que estão agora a ser conhecidas”, frisou o ministro dos Assuntos Parlamentares.

Em sentido contrario, a líder da bancada parlamentar do PAICV, Janira Hopffer Almada, entende que há uma falta de sintonia entre o ministro das Finanças e os relatórios recentemente divulgados.

“Ontem divulgaram as contas trimestrais que deram conta que o país melhorou 5,8 por cento no crescimento. Também o país teve conhecimento que Cabo Verde foi considerado como o segundo melhor, em África, no índice de governação do Banco Mundial. Portanto, aqui alguma coisa não está bem, porque o ministro das Finanças diz uma coisa e as instituições dizem outra”, apontou a deputada do PAICV.

Os trabalhos na Assembleia Nacional prosseguem esta tarde com o debate da proposta de lei do governo para revogar a lei que estabelece a realização de concursos admissão na administração pública e criação da agência de recrutamento de recursos humanos.


Sem comentários: