quarta-feira, 3 de agosto de 2016

REPENSAR O PÁGINA GLOBAL OU ACABAR

PARTILHAR


Ao longo dos anos amadurecemos e caímos devido à falta de sustentabilidade. A fruta cai das árvores de tão madura que fica, apodrece e morre. Temo que assim esteja a acontecer com o Página Global. Essa será uma conversa, uma auscultação a fazer obrigatóriamente com o coletivo que vem sustentando o PG, ou a PG - como preferirem.

O que há a fazer com o coletivo não invalida que aqui não seja exposto para os (poucos) que ainda nos visitam e com a sua presença passam a ser motivo de continuarmos com o PG. É evidente que se não nos visitarem, se não nos lerem, se não comunicarmos, esvaem-se as razões para o PG existir.

Todo este preâmbulo para tecer considerações pela quebra de visitantes, de leitores do PG. Razão mais que suficiente para perguntar se devemos continuar e como devemos continuar. Ou simplesmente devemos fechar o PG?

Poderá parecer uma decisão simples independentemente da decisão que vier a ser tomada, porém, para quem quotidianamente dá algumas horas a esta carolice não se torna tão simples como possa parecer.

Há factos indesmentíveis que devem ser equacionados. A realidade é que ao longo dos anos, desde Abril de 2011, o PG veio crescendo e atingiu uma média de mais de 10 mil visitas diárias. Não é por acaso que soma mais de  quatro milhões e meio de visitas neste cinco anos de existência.

De há algum tempo a esta data os números de interessados em visitar e ler o PG diminuiu de um modo impressionante e atualmente quando chega aos 3 mil visitantes é um luxo. A média atual anda pelos 2 mil ou até um pouco menos. Porquê? O que fazer para conquistar mais interessados no PG? A carolice de manter o PG justifica-se? É o que temos de conversar com o coletivo e de certo modo perguntar aos que ainda estão connosco.

É sabido que neste período de férias as visitas decaem, assim como aos fins-de-semana. Mas no PG nunca atingiram números tão baixos - a não ser mesmo no inicio de existir.

Como melhorar e despertar o interesse dos leitores? O que deve ser compilado? O que deve ser escrito em forma de análise e/ou opinião?

Vamos deixar passar este período de férias e ver o que acontece. Em conformidade com a realidade do futuro próximo o PG deve ser repensado ou acabar, assim é que não é compensatório do esforço coletivo e pessoal que requer.

Um abraço para os que ainda nos visitam. E obrigado.

Mário Motta / PG

PARTILHAR

Author: verified_user

3 comentários:

Orlando Castro disse...


Meus caros ou... Meu Caro.

Desistir não é solução. Só é derrotado quem deixa de lutar. Sei, por experiência similar, como é esta roda da informação. Umas vezes em cima, outras em baixo. Mais vezes em baixo? É a vida. E exactamente por ser a vida é que a eutanásia aqui não tem cabimento. Creio, aliás, que o Vosso trabalho é de excelente qualidade. Por isso... nada de desistir. Nem que eu seja o único leitor, exijo que continuem. E não há desculpas.

Abraço.

MC disse...

Se a P.G acabar será o começo da 3ª. Guerra Mundial.
Sempre em frente que dias melhores virão.
Saudações.
Mário Costa.

Ismael Guimarães AJ disse...

Eu penso que repensar algumas coisas sobre o PG até poderá ser uma coisa boa mas acabar nunca.

É preciso perceber de onde chegavam os visitantes e essas coisas. Depois também é preciso perceber se não seria muito mais interessante o PG passar a contar com o Disqus como sistema de comentários, por exemplo.

O PG não tem um template responsivo e isso coloca o PG a ser indexado de outra forma no Google. Isso pode e deve ser mudado pois acredito que muito do tráfego gerado do PG seria através de pesquisas no Google. Foi assim que conheci o PG.

O Mário sabe que, qualquer coisa que precisar, dentro dos meus possíveis em termos de tempo estarei cá.

É muito importante que o PG repense bem se não quer mudar o seu template/tema e colocar um responsivo (que se adapte às telas mais pequenas) e que permita que as pessoas possam ler o PG facilmente em colocar lugar com Internet.