sábado, 15 de outubro de 2016

ANGOLA E BRASIL NA DEUTSCHE WELLE



As pausas acentuadas de publicação que estão a ocorrer no Página Global quanto a atualidade e opinião sobre os países lusófonos convidam a que pelo menos se faça aqui um “apanhado” sobre a matéria que tem sido publicada noutros títulos deixando as respetivas ligações para os que tenham interesse em se atualizar.

Começamos por Angola e contamos neste fim-de-semana abordar ainda outros países da lusofonia através do mesmo método – um mal-menor.

Na Deutsche Welle tem alguns títulos que podem interessar. Que até envolvem o Brasil:


Jornalista angolano critica proximidade de Lula da Silva ao chefe de Estado de Angola e fala sobre a Odebrecht nesse país. O ex-presidente brasileiro tornou-se réu (13.10) em ação sobre obras em Angola.


A denúncia é de ex-responsável da Petrobras, no âmbito das investigações de corrupção na petrolífera brasileira (Operação Lava Jato). Advogado de um dos visados nas novas denúncias diz que se vive "fase dos boatos".


  
Ativistas angolanos anunciarm a intenção de realizar "manifestações espontâneas" em Luanda para reivindicar a libertação de 'Dago Nível Intelecto'.


Em discurso realizado na quarta-feira (12.10.) em Luanda, Filomeno Dias diz que Igreja Católica não pode ficar alheia à luta e à exigência pela justiça social no país.

1 comentário:

Anónimo disse...

Quando o Lula for preso, este blogue vai publicar um artigo cheio de lamentações? Sugiro que se preparem:

https://www.youtube.com/watch?v=Hn8XbU9x_s0&t=199s