sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

UM APONTAMENTO PARA O DIA-A-DIA - ANGOLA RESISTIU AO CHOQUE NEOLIBERAL!




A evolução da situação em Angola, é distinta da evolução dos outros países de língua oficial portuguesa: jamais o Brasil sofreu um choque tão devastador como o que Angola sofreu entre 1992 e 2002, muito menos Portugal, na sua história moderna, ou qualquer outro PALOP (incluindo Moçambique, hoje a braços com Dlakhama), ou Timor Loro Sae...

Nenhum deles teve essa triste sina decidida a partir da administração republicana de Ronald Reagan...

... E Angola resistiu ao choque, como vai resistindo à terapia neoliberal, não de forma suficiente como os patriotas angolanos poderiam desejar, mas com muitas e muitas lições que se vão aprendendo, em relação às quais há tempo, engenho e arte para corrigir e melhor decidir, no âmbito da paz e da harmonia alcançada que é tão importante preservar!...

Martinho Júnior. Luanda, 18 de Dezembro de 2016.

*Imagens da resistente cidade do Cuito, capital do Bié, um dos alvos do choque neoliberal protagonizado por Savimbi, correspondendo enquanto “freedom fighter” aos estímulos da administração de Ronald Reagan…

2 comentários:

Martinho Júnior disse...

Os fantoches a soldo de doutrinas como as de Gene Sharp, ou Leo Strauss, pretendem com seu activismo abrir caminho ao caos e ao terrorismo, conforme o experimentado em Angola, entre 1992 e 2002, com a "somalização" conforme ao protagonismo de Savimbi!

Martinho Júnior disse...

Uma série para recordar, cujo primeiro número tem-se acesso através deste link:

https://www.youtube.com/watch?v=WIavyD7h2RU