sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

FARINHA DO MESMO SACO!



A desaparição das minhas páginas no Facebook são o resultado duma minha intervenção sobre a lamúria hipócrita, cínica e ambígua, sobre a pena que mereciam as crianças de Alepo, ao robot-mercenário...

Quer dizer, o assunto não era directamente relacionado com Angola, embora a apanhe por tabela e sendo intempestivo, lembrei que desde a implosão da Jugoslávia, passando por um rol interminável de países, o caos e o terrorismo se haviam disseminado graças à plataforma do golpe suave, que deixava de o ser quando os atributos de Gene Sharp eram substituídos pelos de Leo Straus, ou de Milton Friedman conforme aliás o exemplo do activismo de McCain!...

"De repente", segundo suas próprias palavras, o menino chorava o destino das crianças de Alepo, no preciso momento em que até oficiais da NATO e seus aliados eram descobertos nos buracos do Leste dessa cidade-mártir, esquecendo-se que ao mesmo tempo haviam combates em Mossul, onde também há crianças, ou em Palmira e carros bomba a explodir onde quer que seja, matando inocentes, ou atropelos massivos feitos com camiões onde quer que seja...

"De repente", para além do argumento, coloquei três imagens com cabeças decepadas pelos terroristas do Estado Islâmico, algo que é uma evidência repulsiva que o menino chocado (e ainda no ovo) jamais chorou, a fim de pôr em causa precisamente sua alinhada hipocrisia, seu cinismo e sua ambiguidade!

Ele não deu qualquer resposta, nem na página dele, nem na minha e o facto do Facebook ter procedido conforme o fez, significa o que em termos vulgares denominamos claramente de "FARINHA DO MESMO SACO"!

- Ilustração usada num dos comentários que coloquei na página do Facebook do robot-mercenário Luaty Beirão.


Sem comentários: