Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Portugal. CGD: POLÍTICA E NEGÓCIOS MISTURAM-SE NA POLÉMICA DOS SMS



Ex-dirigente do CDS-PP é simultaneamente conselheiro de Estado, vice-presidente do BPI e administrador do jornal Público

Depois de Lobo Xavier dar conhecimento das comunicações entre Domingues e Centeno ao Presidente da República, o seu conteúdo é publicado pelo jornal de que é administrador.

O conselheiro de Estado António Lobo Xavier confessou, ontem, do seu lugar de comentador residente na SIC Notícias, que divulgou o conteúdo das mensagens entre o ex-presidente da Caixa Geral de Depósitos e o Ministério das Finanças. O ex-deputado do CDS-PP, não respondendo claramente, insinuou que leu as comunicações trocadas pelo seu antigo colega no conselho de administração do BPI e as transmitiu a Marcelo Rebelo de Sousa.
«O Presidente teve conhecimento das informações que tinha através de um contacto pessoal comigo» - ANTÓNIO LOBO XAVIER, QUADRATURA DO CÍRCULO
Esta revelação levanta vários problemas, tanto no plano político como do próprio sistema financeiro. Lobo Xavier é uma escolha pessoal do Presidente da República e mantém acesso priveligiado a Marcelo. Mas é simultaneamente administrador do BPI, um dos maiores interessados na fragilização da Caixa Geral de Depósitos – para além de destacado militante do CDS-PP. No início do mês, após a conclusão da tomada do BPI pelo espanhol CaixaBank, Lobo Xavier é mesmo promovido a vice-presidente do conselho de administração do banco, ficando apenas abaixo de Fernando Ulrich na hierarquia do BPI.

Recorde-se que a polémica nasceu após um outro comentador e conselheiro de Estado indicado por Marcelo, Marques Mendes, ter questionado na mesma SIC se a alteração do Estatuto do Gestor Público não isenta a apresentação da declaração de rendimentos e património junto do Tribunal Constitucional pela administração do banco público. O ex-líder do PSD e o antigo presidente do grupo parlamentar do CDS-PP assumem a dianteira da polémica, acompanhados pelos seus partidos.

O aproveitamento político do caso pelo PSD e pelo CDS-PP tem sido bastante criticado, inclusivamente por sectores internos. Os partidos parecem apostados em fazer cair o processo de recapitalização da Caixa Geral de Depósitos, de forma a forçar a privatização (parcial ou total) do banco público, imposta pela Comissão Europeia.

O estranho caso de Lobo Xavier, o informador. (ver vídeo em AbrilAbril)

Muitos têm associado a recente polémica em torno do ministro Mário Centeno e de António Domingues como um reflexo das disputas politico-partidárias. Neste vídeo, procuramos mostrar porque pode ser um pouco mais do que isso e as relações que a imprensa omitiu, quando, ao longo do dia de hoje, amplificou acriticamente as palavras do comentador.

AbrilAbril

Sem comentários: