terça-feira, 1 de agosto de 2017

Fretilin vai formalizar contacto com CNRT para Governo

PARTILHAR


Díli, 01 ago (Lusa) - O secretário-geral adjunto da Fretilin disse hoje que o partido, vencedor das legislativas timorenses de 22 de julho, vai formalizar nas próximas horas um contacto com o CNRT, de Xanana Gusmão, para viabilizar a formação de Governo.

"A nossa prioridade é o CNRT, como compromisso nosso que assumimos durante a campanha. Vamos formalizar, dando prioridade ao CNRT", disse à Lusa José Reis, depois da leitura do acórdão do Tribunal de Recurso que confirmou os resultados das legislativas.

"Com este resultado, o partido vai tomar medidas em breve. Vamos formalizar os nossos contactos com o partido CNRT. Foi um compromisso eleitoral nosso. Durante a campanha o secretário-geral da Fretilin, Mari Alkatiri, sempre se referiu a isso", explicou.

O Tribunal de Recurso timorense validou os resultados finais das eleições legislativas do passado dia 22 de julho, confirmando a vitória da Fretilin, permitindo que o Presidente de Timor-Leste convide os partidos a formar Governo.

A Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) obteve 168.480 votos (29,7% do total) o que lhe dá 23 lugares no Parlamento, tendo obtido mais 1.135 votos que o Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT) que obteve 167.345 votos (29,5% do total) e ficará com 22 deputados.

José Reis explicou que na quarta-feira deverá ser convocada uma reunião da Comissão Política Nacional (CPN) do partido, que deverá aprovar a formalização de "uma carta ao CNRT", partido que ainda, formalmente, não reconheceu a derrota nas eleições.

Xanana Gusmão, presidente do CNRT, não é visto em público desde o dia da votação e fontes dos dois partidos confirmaram que ainda não conversou com Mari Alkatiri.

Escusando-se a comentar outros cenários caso o CNRT recuse a oferta da Fretilin, José Reis insistiu que o "povo quer paz e estabilidade", recordando o que diz ter sido o papel do seu partido nos últimos anos.

"Durante estes anos a Fretilin demonstrou isso: contribuiu para a paz e estabilidade e desenvolvimento e para estabilizar a governação do Xanana Gusmão durante estes dois anos", disse, referindo ao período do VI governo em que dirigentes da Fretilin integraram o executivo saído de um parlamento onde o CNRT era o mais votado.

Esse apoio teve "incidência parlamentar pontual para poder viabilizar o Governo até ao final do mandato", disse Reis, deixando antever que a Fretilin espera comportamento idêntico do CNRT.

Depois da validação dos resultados pelo Tribunal de Recurso, o Presidente timorense deverá fazer uma declaração ao país na quarta-feira e começar a ouvir os partidos políticos na quinta.

Além da Fretilin e do CNRT, estão ainda no Parlamento Nacional o Partido de Libertação Popular (PLP), que obteve 60.098 votos (10,6% do total) - o que garante oito lugares -, o Partido Democrático (PC) com 55.608 votos (9,8%) e sete deputados, e finalmente o Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO) com 36.547 votos (6,4%) e cinco lugares.

As eleições, que foram já aplaudidas pela comunidade internacional, decorreram sem irregularidades ou incidentes graves.

ASP // EJ


PARTILHAR

Author: verified_user

0 comentários: