Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sexta-feira, 29 de abril de 2016

ASSESSORES DOS EUA REÚNEM EM SEGREDO COM LÍDERES DO ESTADO ISLÂMICO NO IRAQUE




Fontes iraquianas revelaram que recentemente, generais do exército americano se reuniram em segredo com líderes do Estado Islâmico (Daesh) no norte do país.

"Sete assessores militares americanos que coordenam as operações do exército iraquiano, as forças curdas (Peshmerga) e os combatentes populares iraquianos contra o Daesh, se encontraram em duas ocasiões, com os líderes deste grupo extremista, entre eles Abu Ahmad al-Alwani, nas proximidades da cidade de Mosul", informou na quarta-feira a agência curda iraquiana de notícias Dwarozh.

Al-Alwani, que atualmente dirige as operações do Estado islâmico em Mosul, era um ex-comandante do exército iraquiano e membro do Partido do Renascimento Árabe Socialista, Baas, agrupamento político do ex-ditador Saddam Husein, fundado em 1947, disse a fonte.

Em uma das reuniões dos generais americanos, realizada sob a mediação da tribo Shemer, ocorreu em 7 de novembro de 2015, próximo de Mosul, enquanto que a reunião seguinte ocorreu em 3 de fevereiro com a cooperação da tribo Yabur na cidade de Hawija, em Kirkuk, acrescentou a agência curda.

A agência curda alegou que o objetivo dos militares americanos ao garantir estas reuniões, é convencer os membros do Baas, que abandonem as fileiras do Estado Islâmico.

No domingo passado, a polícia iraquiana denunciou que os aviões americanos apoiam o Daesh na província de Al-Anbar, oeste do Iraque.

O presidente da Assembleia Suprema Islâmica do Iraque, Seyed Amar al-Hakim, pediu em fevereiro de 2015 explicações ao comandante do Comando Central dos EUA, o general Lloyd Austin, sobre o constante envio de armas através de aviões americanos, aos terroristas que operam no país árabe.

Anti Nova Ordem Mundial

Sem comentários: