Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

domingo, 24 de julho de 2016

COMISSÃO ELEITORAL NACIONAL DE S. TOMÉ TEM A CONFIANÇA DOS TROVOADA. PUDERA!




Ficou provado que pelo menos a Comissão Eleitoral Nacional cometeu um erro de palmatória ao anunciar que o vencedor das eleições presidenciais era o candidato da família Trovoada, Evaristo Carvalhom, e ter dado o dito por não dito após perceber que os candidatos anunciados como derrotados iam reagir na justiça pedindo fiscalização do ato eleitoral, como o fizeram. Aí, nessas circunstâncias, volta à ribalta a CEN desmentindo-se. Dando a saber que afinal não existia nenhum candidato que tivesse atingido a maioria dos votos (pelo menos 50% mais um). 

Para além da ocorrência muito estranha a CEN santomense criou a desconfiança justificada, não reunindo - os elementos que a compõem - as condições para prosseguir no cargo, muito menos para estar ativa na segunda volta eleitoral. A CEN, no mínimo, está sob suspeita da tentativa de fraude eleitoral. Os que a compõem deviam ao menos ter vergonha na cara, no mínimo pela sua alegada incompetência.

A segunda volta eleitoral deverá ser disputada pelos dois candidatos mais votados. Crê-se que Pinto da Costa, PR em fim de mandato a procurar a reeleição e o candidato da família Trovoada – Evaristo Carvalho - apoiado pelo PM Patrice Trovoada, como não podia deixar de ser.

Exatamente o PM vem agora dizer que haverá segunda volta e que confia em pleno nos elementos da CEN (notícia a seguir). Ou seja: Patrice Trovoada (na foto) nem por sombras considera a possibilidade de mudarem os árbitros do “jogo”. Nem mesmo quando eles inventaram um vencedor das eleições… a seu favor. Pudera!

É toda esta teia que leva a suspeitas da tentativa de fraude eleitoral eventualmente urdida na constatação de que afinal Evaristo Carvalho somente obteve a possibilidade da disputa pelo cargo de futuro PR na segunda volta. Porém, disso pouco ou nada se fala… Nem se investiga, apesar de se enquadrar na configuração de tentativa de fraude eleitoral. Haverá até quem não estranhe o ocorrido e declare que confia nos elementos da CNE, defendo a sua permanência no cargo. Dá para desconfiar da mentalidade, postura democrática e transparência do atual primeiro-ministro santomense, Patrice Trovoada, em todo este imbróglio.

Por estas e outras é que santomenses no exterior (e no interior) referem que a família Trovoada quer apossar-se ainda mais dos poderes no país… É que vem aí o petróleo.

A CEN tem a confiança da família Trovoada. Estará tudo dito? (PG)

Patrice Trovoada renova a sua confiança na CEN

Apesar da demissão da Comissão Eleitoral Nacional ser reclamada pelas candidaturas do presidente cessante Manuel Pinto da Costa, da antiga primeira-ministra Maria das Neves bem como por partidos da oposição parlamentar, depois da Comissão ter admitido na quinta-feira não ter tido todos os dados em mãos antes de divulgar os resultados provisórios das presidenciais do passado Domingo, o primeiro-ministro Patrice Trovoada renovou ontem a sua confiança neste órgão bem como no próprio processo eleitoral.

Esta tomada de posição aconteceu no momento em que o Supremo Tribunal e Tribunal Constitucional de São Tomé e Príncipe se prepara na próxima segunda-feira a divulgar os resultados definitivos das presidenciais realizadas de 17 de Julho. Depois de ter aventado no decorrer da semana a hipótese de uma segunda volta entre os dois candidatos mais votados, Pinto da Costa e o seu adversário da ADI, Evaristo Carvalho, que chegou a ser dado como vencedor, o Supremo Tribunal deverá confirmar o que se afigura agora como uma certeza, uma segunda passagem pelas urnas, marcada para 7 de Agosto, a campanha devendo arrancar dentro de uma semana, a 30 de Julho.

Maximino Carlos, correspondente da RFI em São Tomé e Príncipe

Sem comentários: