quarta-feira, 27 de julho de 2016

UE. Sanções. Marcha Atrás. Afinal, Bruxelas opta por não castigar Portugal e Espanha

PARTILHAR




Portugal e Espanha escapam a castigo inédito

Após três horas de reunião, o colégio de comissários da Comissão Europeia decidiu não aplicar qualquer multa a Portugal e Espanha.

A informação está a ser avançada pelo jornal espanhol El País. 

Recorde-se que os dois países estavam em risco de serem castigados por não terem cumprido as metas de défice a que estavam sujeitos.

Em cima da mesa, a Comissão teria três hipóteses: o cancelamento do procedimento de infração, a multa máxima de 2.200 milhões ou uma sanção de 1.100 milhões proposta pelo vice-presidente Valdis Dombrovskis.

Bruxelas não optou por nenhuma destas e estabeleceu novas e mais duras metas fiscais. Os dois países estão agora obrigados a atingir um défice de 4,6% do PIB para este ano, de 3,1% em 2017 e 2,2% em 2018, segundo indica a mesma publicação.

Andrea Pinto – Notícias ao Minuto

PARTILHAR

Author: verified_user

0 comentários: