segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Comissão de Eleições da Guiné-Bissau inspira-se na experiência autárquica de Cabo Verde



Uma equipa da Comissão Nacional de Eleições (CNE) da Guiné-Bissau encontra-se em Cabo Verde para se inspirar na experiência autárquica cabo-verdiana, que hoje realiza as suas sétimas eleições municipais em 25 anos de democracia

A equipa, que se está no arquipélago cabo-verdiano há mais de uma semana, é composta por José Pedro Sambú, secretário executivo, António Iaia, diretor administrativo, e Manuel Sami, chefe de Gabinete do presidente da CNE guineense.

Em declarações à agência Lusa na cidade da Praia, José Pedro Sambú adiantou que a equipa guineense já realizou encontros de trabalho com várias entidades cabo-verdianas ligadas ao processo eleitoral, como a Comissão de Eleições e as comissões de recenseamento eleitoral.

A equipa, que permanece no país até terça-feira, espera ainda reunir-se com responsáveis da Direção Geral de Apoio ao Processo Eleitoral (DGAPE).

"Viemos aqui acompanhar o processo eleitoral cabo-verdiano no quadro das boas relações que temos com a Comissão de Eleições (CNE) de Cabo Verde. A Guiné-Bissau ainda não realizou estas eleições e viemos aqui inspirar na experiência cabo-verdiana", adiantou o responsável, indicando que a Guiné poderá realizar as suas primeiras eleições autárquicas em 2017.

José Pedro Sambú disse que já tem boa impressão do processo eleitoral em Cabo Verde, país que realiza as suas sétimas eleições autárquicas, e que a atual eleição está a decorrer de forma transparente e organizada.

"O fundamental é observar o andamento do processo em diferentes fases, até ao apuramento dos votos", prosseguiu o secretário executivo da CNE guineense, que falava à Lusa no átrio de uma escola primária na cidade da Praia onde funcionam duas mesas de voto.

Depois desta missão, José Pedro Sambú não descarta, por isso, o regresso a Cabo Verde, para acompanhar as eleições presidenciais, marcadas para 02 de outubro próximo.

Cerca de 320 mil eleitores cabo-verdianos estão hoje a votar para as sétimas eleições autárquicas realizadas no país desde 1991, numa disputa em que 57 candidatos concorrem à presidência de 22 câmaras e assembleias municipais.

Segundo dados atualizados da Direção Geral de Apoio ao Processo Eleitoral (DGAPE), estão inscritos 316.292 eleitores, sendo 313.915 cidadãos nacionais e 2.377 estrangeiros.

As mais de mil mesas de voto (1019 segundo atualização da DGAPE) abriram às 8:00 locais (10:00 em Portugal) e fecham às 18:00 (mais duas horas em Lisboa).

Os primeiros resultados provisórios serão divulgados uma hora depois pelo Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSi) de Cabo Verde na página da Internet www.eleicoes.gov.cv.

RYPE // APN - Lusa

Sem comentários: