quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

MARTINHO JÚNIOR. FACEBOOK, UMA NINHADA DE RATAZANAS FASCISTAS MADE IN EUA


O FACEBOOK BLOQUEOU A CONTA DE MARTINHO JÚNIOR!

... Com o seguinte argumento:

Por que é que a minha conta foi desativada?

A tua conta foi desativada por desrespeitar a Declaração de direitos e responsabilidades do Facebook.

As nossas políticas

Uma das principais prioridades do Facebook é o conforto e a segurança dos nossos membros. As seguintes ações não são permitidas no Facebook:

• Apoio a uma organização ou grupo violento ou criminoso 

• Ameaças credíveis de violência contra outras pessoas ou a promoção de comportamentos autodestrutivos

• Atacar outras pessoas no site

• Discurso que incentive o ódio ou ataque pessoas específicas com base na sua raça, etnia, nacionalidade, religião, sexo, orientação sexual, deficiência ou doença

• Conteúdo gráfico, incluindo demonstrações sádicas de violência contra pessoas ou animais, ou ofensas sexuais

• Vender medicamentos ou drogas de uso recreativo

AO QUAL EU RESPONDI:

Todo o argumento do que coloquei foi contra a incitação ao caos, à desestabilização e ao golpe no meu país e em qualquer outro país no mundo, denunciando a filosofia de Gene Sharp, o caos e o terrorismo.

Nota PG

E porque não cortam as contas de Luaty Beirão e de outros opositores do regime angolano? O Facebook protege ou não os que pretendem consumar a desgraça de uma "primavera árabe" em Angola? Luaty ou outros trabalham para a CIA/NSA, a exemplo do Facebook?

Os argumentos explicados sobre as "políticas facebookianas" assim demonstram. Como demonstram que não são mais nem menos que uma agência da CIA, da NSA e o mais que os EUA contêm nos seus antros de ratazanas pestilentas para continuarem a contaminar o mundo e salvar o império maligno que globalmente nos pretende dominar. Com esta atitude censória e injustificável o Facebook, mais uma vez, desmascara-se e expõe publicamente a quem serve em exclusivo e que tipo de liberdade de expressão defende: a que lhe convém e é censória. Assim como que despreza a democracia de facto na verdadeira acessão da palavra e dos procedimentos.

Notícia em desenvolvimento no PG

Sem comentários: