Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

terça-feira, 28 de março de 2017

África do Sul. MORREU O ATIVISTA ANTI-APARTHEID AHMED KATHRADA


O militante do ANC esteve preso por 26 anos, dos quais 18 anos em Robben Island, ao lado de Mandela, de quem foi conselheiro político.

Morreu em Joanesburgo, aos 87 anos, o activista anti-apartheid Ahmed Kathrada, um dos oito militantes do Congresso Nacional Africano (ANC, em inglês) condenados à prisão perpétua em 1964, junto com Nelson Mandela.

Kathrada, que morreu num hospital de Joanesburgo após uma cirurgia cerebral, era um dos amigos mais próximos de Mandela, e dos 26 anos que passou na cadeia, esteve 18 ao lado de Mandela na prisão de Robben Island, na Cidade do Cabo.

O activista foi libertado em 1989, durante o colapso do apartheid. Após a vitória de Nelson Mandela nas eleições de 1994, foi convidado a participar no governo como conselheiro político.

Reformou-se em 1999, mas continuou activo na política, e recentemente tornou-se num crítico ferrenho do presidente Jacob Zuma, de quem chegou a pedir a renúncia devido a acusações de corrupção.

Rede Angola - Foto: Nelson Mandela e Ahmed Kathrada, em foto de 1999 [Mike Hutchings/Reuters]

Sem comentários: