Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quarta-feira, 7 de junho de 2017

DIZ QUEM SABE | Guerra entre EUA e Rússia? "Ninguém sobreviveria", diz Putin



Afirma ainda que não tem "dias maus" porque não é uma mulher

Ao longo de dois anos, o realizador Oliver Stone fez várias entrevistas com Vladimir Putin e recolheu informações sobre o líder russo. O culminar dos 24 meses de trabalho chega em breve às televisões, num documentário dividido em quatro episódios de uma hora que serão transmitidos na Showtime entre 12 e 15 de junho.

O trabalho, intitulado The Putin Interviews - as entrevistas com Putin, numa tradução literal - promete fazer estalar a polémica, sobretudo pelas declarações do presidente russo sobre mulheres, a homossexualidade e Edward Snowden.

"Eu não sou uma mulher, portanto não tenho dias maus. Não quero insultar ninguém, é a natureza das coisas. Existem ciclos naturais", disse Putin, sobre o dia-a-dia no Kremlin, num dos trailers do documentário, que já podem ser vistos online.

Já sobre Snowden, ex-analista da NSA (Agência de Segurança Nacional dos EUA) que pediu asilo na Rússia, afirma que "não é um traidor". "Ele não traiu os interesses do seu país, nem transferiu informação para outro país", acrescenta.

Diz ainda que concorda com Snowden quando este defende que a NSA foi demasiado longe no programa de monitorização e vigilância da população, mas assinala que o especialista informático não deveria ter divulgado publicamente a informação.

E sobre uma eventual "guerra quente" entre EUA e Rússia, frisa que "ninguém sobreviveria".

Putin aproveitou ainda para criticar a NATO e dizer que qualquer país que entra ou está na organização é apenas um "vassalo" dos EUA.

Diário de Notícias | com vídeos no DN

Sem comentários: