quarta-feira, 7 de março de 2018

MOÇAMBIQUE | Da tragédia à guerra dos milhões

PARTILHAR
Ricardo Mujui | @Verdade | opinião

É caso para dizer “a ocasião faz o ladrão”. Depois da queda da grande montanha de lixo que se encontra na lixeira de Hulene, a escassos metros da cidade de Maputo, David Simango, presidente do município de Maputo, afirmou que são necessários cerca de 50 milhões de dólares para a remoção e o encerramento da lixeira.

Para lutar do outro lado desta guerra de milhões, entra o ministro da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, para afirmar, sem nenhum pingo de hesitação, que o custo para o encerramento da lixeira de Hulene está avaliado em 110 milhões de dólares. Acrescentando, ele afirmou que este valor inclui a retirada de 550 famílias que vivem ao redor da lixeira para as zonas seguras na província de Maputo.

Nem a tragédia que aconteceu na madrugada do dia 19 foi suficiente para por tanto o município como o ministério da terra a trabalhar activamente e sem corrupção. 50 ou 89 Milhões de dólares são um montante muito elevado para uma simples acção de remoção de uma lixeira. Quantas mais vidas humanas teremos de perder até que se trabalhe duro e em prol do povo? Quantas mais famílias terão de respirar aquele ar nauseabundo da lixeira?

Apelamos a todas entidades competentes, desde o presidente do município ao ministro da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural que sejam sérios e trabalhem em prol do povo, não façam desta tragédia a vossa galinha dos ovos de ouro.

Excusamos a discutir aqui as razões por de trás do pronunciamento do ministro da terra, porem em relação aos 50 milhões Sério? Parece nos que o senhor presidente do município age nesse sentido já pensando na sua reforma.. Como é claro, e pior com os últimos acontecimentos, que o senhor não mais será uma alternativa para o seu partido, ele quer aproveitar-se da tragédia, que vitimou quase duas dezenas de vidas humanas e deixou outras três dezenas desalojadas, para ganhar algum e sair da presidência com os bolsos rechonchudos para conseguir manter o nível de vida que tem actualmente.

Desengane-se Senhor presidente! não se aproveite da tragédia; do luto do humilde e trabalhador povo de Hulene satisfazer seus interesses. Que a remoção e encerramento da lixeira de Hulene seja um processo célere e sem corrupção pois o povo está de olhos abertos e, sinceramente falando, 50 milhões de dólares é um montante muito elevado. Se fazia parte do seu manifesto eleitoral, como se explica que até hoje o processo de enceramento não tenha iniciado?

E se já havia se feitos estudos para o encerramento e sabias se do valor necessário… não se tenha procurado parceiras com vista a angariação de fundos, pois já há um tempo que se sabe que a lixeira de Hulene é insustentável e perigosa a vida dos cidadãos que ao redor dela habitam, não deixe o que se devia resolver no seu mandatos para os outros, a remoção desta lixeira fazia parte do seu manifesto, portanto, faça-a ainda no seu mandato.
PARTILHAR

Author: verified_user

0 comentários: