quinta-feira, 2 de junho de 2016

Baciro Djá. PM da Guiné-Bissau convida partido que não o reconhece para formar governo

PARTILHAR


O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Baciro Djá, convidou o presidente do PAIGC, partido que não reconhece a sua nomeação para o cargo, para formar governo, disse hoje à Lusa fonte próxima de Djá.

"Havendo a necessidade de alargar a base parlamentar de sustentabilidade do governo, vimos convidar o partido que dirige a manifestar a disponibilidade de encetar conversação", refere a carta de Baciro Djá dirigida a Domingos Simões Pereira.

O convite surge duas semanas depois de o Partido da Renovação Social (PRS), que propôs Djá para liderar o próximo governo, ter recusado o convite do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) para formar um governo inclusivo.

O PRS preferiu juntar-se a 15 deputados dissidentes do PAIGC (entre os quais Baciro Djá) para formar uma nova maioria, a qual o Presidente da República, José Mário Vaz, escolheu para vir a formar governo, com Djá como primeiro-ministro.

A formação de Simões Pereira diz que Vaz violou a Constituição, segundo a qual cabe ao partido que venceu as últimas eleições (PAIGC) escolher o governo.

LFO/MB // APN - Lusa

PARTILHAR

Author: verified_user

0 comentários: