domingo, 10 de junho de 2018

Hoje é Dia de Portugal… Mas também mais um Dia das Mentiras?

PARTILHAR

Os que se sentam nos poderes têm hoje a obrigação de desempenharem outra vez uma forte campanha de ação psicosocial à lai do que faziam também nas ex-colónias. Falam de Portugal e enaltecem as virtudes de ser português incluindo, por exemplo, a “diversidade identitária”. 

Marcelo fez hoje também o seu discurso alusivo às comemorações do Dia de Portugal. Foi aos Açores e voa seguidamente para os EUA, juntando aos portugueses que tiveram de fugir desta Pátria Madrasta devido a gentes como Marcelo e elites que dominam o país por via de uma democracia bacoca em que uns quantos se instalam e corporativamente prosseguem “democraticamente” o esbulho e a institucionalização das diferenças negativas reservadas à maioria dos portugueses. É assim como que uma máfia “respeitável” de palavras maviosas repletas de mentiras e vestidas com as cores de partidos políticos e cifrões que se miscigenam com os muito mais ricos que nos permitem sobrevivermos no quotidiano; mal, mas sempre alimentados por esperança – o que não deixa de ser um fado desgraçado até que uma população de muitos milhões perceba que está a ser enganada, espoliada, se organize e se revolte. Será possível? Com o povo tudo é possível, para o bem e para o mal.

Hoje é Dia de Portugal, muito do país temos para nos orgulhar. Hoje é Dia de Portugal, muito do país temos para nos envergonhar. Hoje é Dia de Portugal, muitos no país sofrem discriminações desenhadas por uma elite corrupta, mentirosa, desonesta, gananciosa, avara, tendencialmente hipócrita, que vai embalando milhões de portugueses em loas que lhes facultam sustentar-se nos poderes que nos reservam a triste sina de sobrevivermos nas misérias e lhes garantir as opulências em que se instalaram há séculos e em que nem o 25 de Abril de 1974 os derrubou efetivamente. Nem por sombras.

Hoje é Dia de Portugal… Mas também das mentiras e do fausto só de uns quantos?

Assim acontecerá até um dia? Ou será 'ad eternum per secula seculorum'?

PG

Marcelo enaltece os "muitos Portugais" que não podem ser discriminados

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, teceu hoje elogios aos "muitos Portugais" que garantem "riqueza" ao país e frisou que não pode ser tolerada discriminação nesta diversidade identitária.

No discurso do 10 de Junho, nos Açores, o chefe de Estado valorizou "um só Portugal" que existe, mas que é "feito de muitos Portugais, que podem e devem ser diversos".

"Não toleraremos que [os vários Portugais] sejam discriminados naquilo que de essencial assinala o estatuto da nossa cidadania cívica, económica, social e cultural", sublinhou.

As comemorações do Dia de Portugal, que se iniciaram no sábado, continuam hoje em Ponta Delgada, nos Açores, estendendo-se a Boston e Providence, nos Estados Unidos da América, ao final do dia.

A habitual Cerimónia Militar, que decorreu no centro da maior cidade açoriana, contou com a participação de mais de mil militares dos três ramos das Forças Armadas.
O Presidente da República e o primeiro-ministro, António Costa, partem esta tarde para os Estados Unidos da América.

Lusa| em Notícias ao Minuto | Na foto: Marcelo, o PR nos Açores.
PARTILHAR

Author: verified_user

0 comentários: