domingo, 18 de março de 2018

PORTUGAL | Feliciano Barreiras Duarte demite-se do PSD

PARTILHAR

Em entrevista à TSF, Feliciano Barreiras Duarte, diz que já não é secretário-geral do PSD. O pedido de demissão foi apresentado a Rui Rio. O presidente do partido aceitou de imediato.

Toda a polémica à volta de Barreiras Duarte foi "um ataque, acima de tudo, não só à minha pessoa, mas ao dr. Rui Rio" disse em entrevista à TSF o agora ex-secretário-geral do PSD. Feliciano Barreiras Duarte admite que são golpes com origem interna, de fações rivais do Partido Social Democrata que foram alimentando toda a polémica e diz mesmo que os ataques à direção de Rui Rio devem continuar: "existem já outras situações de que se fala sobre membros da atual direção social-democrata".

De onde vêm esses ataques? Barreiras Duarte responde que "há pessoas que tinham influência" no PSD "e que percebem que agora [com Rui Rio] há um estilo diferente". Quanto ao objetivo dessa ofensiva, o político afirma que "o que pretendem é que o Dr. Rui Rio não tenha sucesso".

Certo é que com a decisão de se demitir, a direção do PSD respira de alívio. Há já vários dias que a liderança do Partido Social Democrata olhava para Feliciano Barreiras Duarte mais como um problema do que uma solução.

O anúncio da demissão foi feito por comunicado emitido poucos minutos antes da entrevista à TSF. No texto, o agora ex-secretário-geral do PSD diz "apresentei ao presidente do meu Partido o pedido irrevogável de demissão". Uma demissão "que já está concretizada".

Barreiras Duarte diz ter atingido o limite "face à violência inusitada dos ataques e aos efeitos para mim e a minha família", mas diz também que não é ele o principal alvo desta campanha. É também por isso que sai. No comunicado, o político diz ter "perfeita consciência, como qualquer observador minimamente atento" de que o alvo principal é Rui Rio, "o líder do meu Partido e a sua direção". E por isso, a melhor solução é sair. Feliciano Barreiras Duarte escreve que "ficar seria avolumar o problema e não contribuir nada para a solução".

"Não tenho qualquer tipo de queixa sobre o Dr. Rui Rio", disse na entrevista à TSF.
Ouça na íntegra a entrevista de Feliciano Barreiras Duarte a Anselmo Crespo, subdiretor da TSF.

"Saio de consciência tranquila" diz o secretário-geral do Partido Social Democrata na hora da despedida. "Não há lugar a arrependimentos: dediquei os melhores anos da minha vida ao PSD e à atividade política e voltaria a fazer o mesmo, pois considero que servir o País é o mais nobre dos deveres".

Ainda em declarações à TSF, Feliciano Barreiras Duarte diz que apesar de se demitir da direção do Partido Social Democrata, não vai deixar de ser deputado na Assembleia da República.

Rui Tukayana | TSF ! Foto: Ana António / TSF

PARTILHAR

Author: verified_user

0 comentários: