Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quinta-feira, 27 de abril de 2017

CDS E O TIQUE DDT ARRELIAM ALFREDO CUNHA COM FOTO DE SALGUEIRO MAIA


Chegámos ao ponto de ver pseudo comemorações do 25 de Abril entre os que nada têm que ver com o 25 de Abril ou se têm é contra o 25 de Abril. É o caso do CDS. É o caso do PSD com Passos Coelho na liderança. Será o caso de outros ainda ressabiados com aquele dia de Abril de 1974. O dia da libertação conquistada por muita luta de antifascistas ao longo de décadas, que culminou com o avanço em força de uma juventude que havia suportado com sacrifício de vidas uma guerra colonial-fascista que teve uma duração de 13 anos. Numa população escassa existia permanentemente um milhão de militares no ativo, cumprindo o serviço militar obrigatório. Defendendo o indefensável contra povos africanos que com toda a legitimidade lutavam pela sua libertação do jugo do regime que os colonizava, que os oprimia. Nunca os de antes e depois do 25 de Abril foram contra a guerra colonial, Nunca vimos os do CDS lutar contra o salazar-fascismo e colonialismo, antes pelo contrário.

Surgiu agora nas últimas comemorações, de há poucos dias, uma polémica com o profissional de fotografia Alfredo Cunha acerca de uma foto de sua arte que o CDS usou abusivamente e manipulou. A imagem é relativa ao capitão Salgueiro Maia, o tal capitão que foi desprezado quase sistematicamente por aqueles que ainda hoje têm o descaramento de se afirmar democráticos  e por Abril quando não o são. O que fazem é sujeitarem-se à Constituição e labutar para a alterar para um regresso ao 24 de Abril adaptado à atualidade. Aliás isso fica sempre muito bem demonstrado quando o CDS partilha o governo com o PSD, ainda mais nos últimos 4 anos em parceria com Passos Coelho.

Sobre a fotografia de Alfredo Cunha que o CDS usou, acima reproduzida (esperemos que não nos processem) há notícia e declarações de ambas as partes. Deixamos a ligação ao Notícias ao Minuto para melhor se esclarecerem.

Na verdade o CDS não se pode considerar dono disto tudo, nem do produto do trabalho dos outros ou do que é de outros (tique DDT). O CDS não é o site de pobretanas que têm 100, 500 ou 1.000 visitas diárias. Se não sabem deviam de saber. Ao menos devem dar conhecimento e pedir autorização aos autores para usarem as suas obras. E se tiverem de pagar os direitos devidos, paguem. No CDS decerto que não falta verba para isso. Mais claro ou menos claro haverá sempre uns euros (secos ou molhados) para se comportarem em conformidade com o que querem parecer: responsáveis de um partido político… de Abril.

Há ainda outro modo de dizer: Senhores, isto aqui não é o da Barbuda, nem vocês ainda são governo para atropelar e miserabilizar tudo e todos como fizeram quando com Passos e Portas foram governo. Será melhor perderem esse tique DDT (donos disto tudo) que mais parece que mantêm. Se não percebem (parece que não) será melhor perceberem que o que está mesmo muito mal é a péssima e arrogante atitude.

Saiba mais, se continuar a ler.

MM | PG

JP acusada de uso indevido e manipulação de foto de Salgueiro Maia

O fotógrafo Alfredo Cunha vai processar a Juventude Popular pela utilização sem autorização e pela manipulação de uma fotografia sua do capitão de Abril Salgueiro Maia num cartaz divulgado nas redes sociais.

"Tem todos os ingredientes para me deixar furioso. Primeiro, a fotografia é roubada, depois é manipulada. Como tal, irei partir para tribunal para tratar do assunto", disse à agência Lusa o fotógrafo Alfredo Cunha, depois de o jornal online Observador avançar essa notícia.

O autor da imagem icónica de Salgueiro Maia sublinhou não querer fotografias suas usadas por partidos, "muito menos por um partido de direita" e com "uma mensagem ambígua".

O cartaz digital da JP, a juventude do CDS-PP, usa parte da imagem do capitão de Abril, com um filtro azul, lendo-se as seguintes frases: "25 de Abril. A liberdade é de quem a dá aos outros! e não dos que se afirmam donos dela".


Sem comentários: