Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

30 DE JANEIRO DE 1933



Hélder Costa*, opinião

Foi neste dia, há precisamente 84 anos, que Hitler tomou o Poder na Alemanha. Quase em coincidência com a gloriosa ascensão do seu digno descendente Trump ao trono dos USA

Há quem diga que a História não se repete, que quando volta pode ser em farsa, outros dizem em tragédia, mas a verdade é que há curiosas coincidências.

No seu primeiro discurso, Hitler apela ao levantar outra vez da Grande Alemanha, de que é preciso excluir comunistas, socialistas, sociais democratas e centristas sem força nem coragem. Foi o Deutschland über alles, com o Franco Arriba España, o Trump America First, e até nas eleições da nossa paróquia em 2015 a coligação da direita lembrou-se de Portugal à Frente! Realmente, é gente que lê pela mesma Bíblia!

O tal Nacionalismo disfarçado de Patriotismo, a arrogância, a Censura, a exclusão, o Ódio em vez da Esperança, a farda e as botas a massacrarem o Cidadão.

E voltou a malvada fénix do Proteccionismo, destruindo Economias e criando o descalabro a aproveitar pelas extremas direitas, Exército islâmico, Ku-Klux- Klan e outras seitas – hoje, como dantes – apaparicadas pela indústria, grande capital e burlões da Finança.

Na Europa, alguém reagiu e acordou. A conferência, em Lisboa, dos 7 países do Sul é um bom sinal. Assim como a posição de Merkell condenando as restrições a refugiados e emigrantes. E gostei de ver a condenação desse Encontro de chefes de Estado pelo lacaio Passos Coelho recordando os temores e cobardias Cavaquistas de se estar a atirar gasolina para a fogueira!

Na crise de 1930 o presidente americano Herbert Hoover lançou o proteccionismo e decidiu enriquecer os Estados Unidos carregando de taxas altas os países a quem faziam importações. Precisamente o mesmo projecto e ameaças de Trump!

Claro que o comércio se reduziu a mais de um terço e assim prolongou a Grande Depressão em vez de a resolver. Consequência? essa miséria criou o terreno indispensável para a vitória do nazismo 3 anos mais tarde. Será que estamos a assistir a uma manobra especulativa com as mesmas intenções?

Termino recordando uma velha máxima. É necessário CONHECER o Passado, para COMPREENDER o Presente, e PREPARAR o Futuro.


Sem comentários: