Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

segunda-feira, 6 de junho de 2016

DOS SANTOS CONSOLIDA CADA VEZ MAIS O SEU PROCESSO DE IDIOTIZAR OS ANGOLANOS



Fernando Vumby, opinião

Início este texto com as palavras emprestadas pelo conceituado e admirado advogado angolano David Mendes que dando sinais de resignação e perplexidade disse o seguinte:

"Hoje compreendi melhor o que significa neocolonialismo. Graças ao iluminado JES. Parabéns presidente. Somos teus servos porque Angola é a tua lavra".

Creio não haver dúvidas de que somos realmente aquilo que David Mendes disse e muito bem dito e se pois os factos falam por si só mesmos, porque duvidarmos?

Eu ainda não percebi porque razão continuamos a ter dificuldades em aceitarmos e reconhecermos que somos realmente um povo idiotizado por José Eduardo Dos Santos quando os factos são tão evidentes?

Angola e os angolanos desde há muitos anos que está numa fase de completa idiotização e esse processo faz parte da agenda política de José Eduardo Dos Santos que ate nem tem tido grandes dificuldades para ir consolidando este seu projeto.

Hoje mesmo alguns acordaram sem palavras , perplexos e completamente envergonhados o que não entendo se é pelo simples facto da nomeação de Isabel Dos Santos para mais um cargo que lhe oferece todas as vantagens para usar e abusar dos nossos dinheiros o que no fundo ate ja era de se esperar considerando que essa nomeação era uma das componentes mais importante neste longo plano de idiotizarão do país e dos angolanos.

Com novo exercito chinês ao seu serviço , identificação nas mãos de uma das suas mulheres , fundo soberano , comunicações , diamantes e petróleo aos filhos , tudo isto sem qualquer protesto , enquanto os massacres continuam e os agredidos quando não dançam ou aplaudem só lhes resta mesmo se queixarem ao agressor.

Como é que se chama isto afinal?

Sejamos sinceros e deixemos de nos enganarmos a nós mesmos, somos sim um povo idiotizado que já não restam dúvidas e isto enquanto esperamos já de abraços abertos o pior para aumentar a dose de satisfação que merecemos como um povo covarde e totalmente idiotizado.

Quem ainda não leu os livros (O Imbecil Colectivo) ou (O Porco adora á água suja) aconselho á faze-lo talvez compreende melhor e veja com outros olhos esta nossa nova condição de idiotizados pacíficos desde há quase 40 anos. (FV)
____________

É PRECISO TER ESPÍRITO DE BETÃO COMO A UNITA TEM, PARA SUPORTAR ESSAS MORTES TODAS?

É sim preciso muita coragem para a UNITA tentar esquecer coisas que não gostaria de recordar, pois ontem estive a somar as vitimas deste Partido já em pleno dito cujo tão falado tempo de paz e quase desmaiei ao constatar os números.

Ainda estou a estudar para procurar compreender da melhor maneira como é que a UNITA consegue desprezar a covardia daqueles que os assassina e porque razão afinal esta bravura da UNITA continua a cada dia que passa sendo admirada cada vez mais.

Atentados moralmente condenáveis e ainda assim, nunca se viu um pronunciamento dos inimigos da UNITA condenando os tais atentados ou darem condolências mesmo que fingidas aos familiares das suas vitimas.

O que estimo da UNITA e dos seus dirigentes é a coragem e o sacrifício de ainda assim continuarem motivados para prosseguirem a luta por um país justo para todos sem se deixarem orientar pelo espírito de vingança e ódio.

E essa coragem da UNITA do ponto de vista moral continuará á ser sempre estimada e admirada porque é posta em nome de todos os angolanos e de uma única causa que é para bem de todos nós angolanos.

E esta é uma atitude que por si só já marca a grande diferença entre os homens da UNITA, que são mortos todos os dias e o bando de criminosos que nos governam que precisam necessariamente do sangue alheio para se julgarem poderosos, dominadores , donos de tudo , quando no fundo são uns cabeças vazias donos da merda e nada mais... (FV)
____________

SE PARA A UNITA A PACIÊNCIA NÃO TIVER LIMITES, ENTÃO SERÁ MESMO VÍTIMA ATÉ DEUS QUERER?

Como o regime angolano tem eliminado de forma quase seletiva angolanos, especialmente dirigentes, simpatizantes, amigos e militantes da UNITA, hoje entre várias perguntas que se colocam uma delas e com frequência é se para a UNITA a paciência tem limites ou não, ou se para ela o melhor é mesmo só sofrer até (Deus) querer, para se preservar aquilo que no conceito de uma parcela de angolanos é a (paz)?

“Paz”, entre aspas, porque aquilo que se vive em Angola não é o conceito geral que se tem desta palavra de um profundo significado muito mais do que aquilo que é a realidade angolana dos dias de hoje.

Os angolanos fazem estas e outras perguntas com tristeza porque sentem as consequências terríveis das mortes dos seus entes queridos e o sofrimento indescritível que os acompanhará para sempre até ao fim de suas vidas.

Eles até poderiam fazer esta pergunta da seguinte maneira: Porque razão este Deus de quem eles esperam que faça um milagre permite este sofrimento? Claro que ninguém vai fazer para não ser acusado por falta de fé e respeito para com o tal Deus todo poderoso, omnipotente, que muitos já começaram a acreditar, pelos vistos como a única salvação dos angolanos.

Eles querem saber se estão condenados a viverem para sempre nesta situação, se ainda se tem noção dos limites da paciência ou se o melhor é mesmo irem morrendo aos poucos enquanto se espera pela vontade de Deus?

O que se tem passado em Angola já é mesmo uma espécie de guerra não declarada onde os desarmados - onde está incluída a UNITA. São e serão sempre as vítimas dos armados, considerando que por todo o país quem tem as armas sobre seu poder, que as usa e abusa, é o regime que ataca, manda atacar, deixa atacar, assim como mata, manda matar e deixa morrer.

E se um pouco por toda Angola já existem esconderijos com valas comum sem cruzes para não espantar os curiosos, onde foram enterradas mulheres, crianças, velhos e jovens vitimas da longa guerra entre as duas partes quando ambas eram donas de poderosos arsenais de armamento, agora que uma das partes se desarmou completamente a outra não justifica essa onde de mortes seletivas umas atrás das outras e sempre do lado dos desarmados, com claros sinais de que ela veio para ficar e que ainda está muito longe de ter atingido o seu objectivo principal. (FV)
_____________

EXPLICAÇÕES DA POLÍCIA SÓ FOI SURPRESA PARA AQUELES QUE SUBESTIMAM O CARÁCTER CRIMINOSO DESTE REGIME

Quer uns, quer os outros, aos poucos, já começam a dar raiva (Povo & Regime).

Então quem vive quase 40 anos de regime assassino não tem a obrigação de conhecer o verdadeiro rosto de quem os governa?

E porque andam sempre à espera de um outro comportamento se não o habitual, se as pessoas são as mesmas e nunca uma única vez houve sinais de tendências em mudarem?

Como podem esperar que a polícia ao serviço de JES/MPLA nos explique ocorrências criminosas encomendadas pelos senhores das ordens superiores - de forma diferente, se não como as habituais nos quase 40 anos?

Essa atitude mostra que muita gente ainda vive com grandes dificuldades em conseguir definir em que tipo de regime vive.

Fico parvo mas aos poucos vou entendendo como é que o JES/MPLA conseguiu consolidar as suas práticas assassinas aos olhos dos angolanos que todos os dias acreditam ilusoriamente que amanhã, quando acordarem, o JES/MPLA já não é o mesmo.

Hipnotizados na verdade?

Quer dizer, no próximo massacre ou assassinato - que já não deve estar muito longe - os angolanos vão voltar a esperar um outro tipo de explicações do regime ou as habituais?

Como é que vou entender isto, expliquem-me por favor.

Será que alguma vez - vocês que vivem aí - já notaram que o regime se tornou mais tolerante, menos corrupto, menos ladrão e menos assassino?

Se não, então porque esperam sempre uma explicação diferente daquela a que já nos habituou? Com muitas manipulações de factos, sem remorsos e com sinais claros de que as ordens são dadas por alguém.

Fico parvo, mas, quem sabe, se vivesse ai também teria as mesmas dificuldades, em conseguir definir o tipo do regime em que se vive…

Já dizia o outro: “Angolanos acordem, para conhecerem pelo menos a cor do mosquito que vos morde”.

Fórum Livre Opinião & Justiça - Fernando Vumby

Sem comentários: